País tem 1ª morte por febre amarela urbana em 73 anos

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte investiga um caso de morte por febre amarela urbana em Natal. A vítima é uma auxiliar de enfermagem, de 53 anos, que morreu em julho passado. De acordo com a Secretaria, a paciente apresentava sintomas parecidos com dengue ou zika, mas as duas doenças foram descartadas nos exames realizados por dois dos principais laboratórios de saúde pública do país - o Instituto Evandro Chagas (IEC), de Belém, e o Instituto Adolfo Lutz (IAL), de São Paulo. A febre amarela urbana é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti e está erradicada desde 1942 no país, segundo o Ministério da Saúde.

Share/Bookmark

0 comentários: