BARBARIDADE: Suspeito de assassinar jovem em Flores conta detalhes de crime que abalou a cidade.

População revoltada tenta agredir o suspeito. 
Policiais do 14ºBPM agiram rápido na captura do suspeito de assassinar a menor Danyne Barbosa Ferreira, de 16 anos, a qual havia desaparecido desde ontem (25), da sua residência, em companhia de Kauê Pereira da Silva, 22 anos, desocupado, residente na localidade Matolotagem, zona rural do município de Flores.
Kauê Pereira da Silva
Segundo os policiais o suspeito foi preso quando estava tentando fugir da cidade de Flores, em uma lotação que faz a linha Flores/Serra Talhada, a qual foi interceptada pelo efetivo da Guarnição da cidade de Calumbi, já nas margens da BR-232, em frente ao Hotel das Palmeiras, em Serra Talhada; momento em que Agentes de Inteligência do NIS-2/14ºBPM e demais policiamento chegaram ao local e ao interpelarem o suspeito sobre o ocorrido, o mesmo confessou haver matado a vítima e abandonado o seu corpo na localidade conhecida por Sítio Ramalho, zona rural do município de Flores. 
 
Em seguida o efetivo foi com o suspeito até o local indicado por ele, onde foi constatada a veracidade do homicídio, o corpo da menor se encontrava em um local de caatinga fechada, caído em decúbito ventral e com aparentes lesões no crânio, causadas por uma pedra (foto) utilizada pelo imputado, o local fica próximo a uma estrada carroçável que liga o Sítio Ramalho/Flores/PE-320.
Instrumento utilizado no crime
Aos policiais Kauê Pereira relatou que cometeu o crime porque a vítima tinha um caso amoroso com o mesmo há cerca de seis meses e, devido o mesmo ser noivo e está com casamento marcado para quarta-feira (27), Dayane estava o ameaçando de contar sobre o relacionamento dos dois para a noiva de Kauê, por esse motivo tomou essa decisão diabólica.
População revoltada em Flores
O assassinato brutal da menor Dayane Barbosa, 16 anos, deixou a cidade de Flores em clima de comoção e de muita revolta com tamanha barbaridade cometida pelo suspeito e durante a entrega do suspeito na DPC de Flores, populares se mobilizaram e começaram a ameaçar o suspeito, sendo necessária a intervenção de mais policiamento das cidades de Flores e Triunfo com a finalidade de evitar um possível linchamento por parte da população local, e diante da aglomeração de populares revoltados com o fato se fez necessário a PMPE conduzir o mesmo para a DPC de Serra Talhada, para a tomada das demais medidas legais cabíveis.
Fonte Portal Nayn Neto

Share/Bookmark

0 comentários: