Missionária anuncia o evangelho na China e 44 mil almas aceitam a Cristo como Salvador

O país mais populoso do mundo vive sobre o regime político do Partido Comunista, onde toda entidade e empresa são praticamente controladas pelo governo. Com quase 2 bilhões de habitantes, a China poderá se tornar em breve o país com maior números de evangélicos no mundo, porém cerca de 90% da igreja é clandestina e não se manifesta de forma oficial.
Em uma aldeia, vivia uma mulher que não teve sua identidade revelada por motivos de segurança, porém ela resolveu deixar a aldeia e ir trabalhar na cidade grande.
De acordo com fontes da Mission Network, a mulher teve um encontro com Jesus e se converteu ao evangelho de forma sobrenatural. Mesmo longe de sua aldeia natal, ela sentia em seu coração o chamado para levar o evangelho até a aldeia onde havia nascido.
Quando ela voltou à aldeia, para visitar seus parentes, seus vizinhos puderam ver a transformação que havia acontecido na vida da mulher, e então ela tomada pelo Espírito Santo, começou a anunciar as boas novas do evangelho.
No mesmo dia, muitas pessoas aceitaram a Jesus como Salvador, porém na aldeia não havia nenhuma igreja instituída, e nem bíblias para que as pessoas pudessem estudar sobre as escrituras.
Mesmo diante das dificuldades, o evangelho foi anunciado na aldeia de forma poderosa, e a missionária que teve um encontro com Deus começou a orar pelos enfermos que ficaram curados instantaneamente. Com milagres acontecendo, as pessoas começaram a vim para ouvir a pregação da missionária, e cerca de 44 mil pessoas aceitaram a Jesus como Salvador e se converteram ao evangelho.
A missionária entrou em contato com outras igrejas da China, e através da organização Bibles for China, realizou uma grande distribuição de bíblias no local.
As informações foram divulgadas pelo site Acontecer Cristiano.
André Santos
Portal Padom

Share/Bookmark

0 comentários: