Pedras de Stonehenge não foram transportadas por humanos, alegam pesquisadores

De acordo com uma nova teoria, as pedras gigantes e ancestrais de um dos monumentos mais enigmáticos do mundo não teriam sido transportadas pelo homem, mas por um deslocamento glacial.
Especialistas de uma equipe científica galesa confirmaram a descoberta de provas que demonstrariam que as famosas pedras de Stonehenge teriam sido arrastadas por geleiras, refutando, assim, a teoria dos especialistas da UCL (Univesity College London), que aponta a origem dessas pedras na escavação e posterior transporte de Pembrokeshire, a cargo do homem, há 5 mil anos.
Brian John, responsável pela equipe de pesquisadores, está convencido de que as pedras foram transportadas por geleiras por meio de diferentes formações geológicas e sedimentos que poderão estar relacionados aos deslocamentos da última glaciação, ocorridos há 20 mil anos.
“Há uma prova clara a favor do deslocamento glacial e não há nenhuma evidência a favor da teoria do transporte humano”, afirma John. “Acreditamos que os arqueólogos estavam tão entusiasmados em contar uma boa história que ignoraram ou mal interpretaram a evidência que estava diante de seus olhos”, ele concluiu de forma enfática.

Share/Bookmark

0 comentários: