Rio Pajeú tem sua primeira cheia em 2016

Imagens registradas por Tárcio Oliveira, mostram que em Tuparetama uma das cidades cortadas pelo Rio Pajeú, as águas estão correndo e proporcionando um espetáculo que há quatro anos não se via. Uma enchente média, que para o bom pajeuzeiro, que antes de tudo é um esperançoso, parece uma daquelas enchentes de tempos atrás, que fazia a Barragem de Brotas sangrar.
Segundo o IPA, com 210 mm, Brejinho foi o município da GERE Afogados da Ingazeira onde mais choveu desde o início de 2016. Brejinho que junto com Tuparetama, São José do Egito, Ingazeira e iguaracy, são os municípios que mais tem sofrido com as secas e os colapsos de mananciais como o Rosário, por exemplo, que faz com que estas cidades passem por muitas dificuldades no abastecimento de água.
Depois de Brejinho, as cidades que mais choveram neste ano foram: Santa Terezinha ( 155mm); Solidão (201,1 mm), Quixaba (208.mm), Tabira (184 mm), São José do Egito (148.9 mm), Itapetim (142.5 mm), Afogados da Ingazeira (117.5 mm), Iguaracy (91.7 mm), Carnaíba (98. mm), Tuparetama (82 mm), Ingazeira (106. mm) e Flores (124.4 mm).
A previsão do Clima Tempo é de mais chuvas para a região nesta última semana de Janeiro entre o período da tarde e noite.
Ainda segundo o IPA, com 210 mm, Brejinho foi o município da GERE Afogados da Ingazeira onde mais choveu desde o início do ano. Na sequencia aparecem Santa Terezinha (155 mm), Solidão (201,1 mm), Quixaba (208.mm), Tabira (184 mm), São José do Egito (148.9 mm), Itapetim (142.5 mm), Afogados da Ingazeira (117.5 mm), Iguaracy (91.7 mm), Carnaíba (98. mm), Tuparetama (82 mm), Ingazeira (106. mm) e Flores (124.4 mm). Os pajeuzeiros torcem e rezam para que isso aconteça.
Fotos: Tárcio Oliveira
Por André Luis – Com informações de Marcelo Patriota / Blog do Nill Júnior

Share/Bookmark

0 comentários: