Foi de fazer vergonha: Liminar suspende nomeações do concurso de Triunfo

Uma liminar da Justiça assinada pela Juíza Substituta Alexandra Loose suspendeu o concurso público da Prefeitura Municipal de Triunfo. Homologado em 31 de dezembro , ele tinha 200 vagas para efetivos e cadastro de reserva. A decisão foi fruto de Ação Civil Pública ajuizada pelo MPPE.
A empresa contratada pela Prefeitura havia sido a Contemax Ltda. A decisão proíbe a prefeitura de nomear e dar posse aos aprovados e anula os efeitos de nomeações.
O MPPE relatou várias irregularidades na execução do certame. Entre elas, candidatos atrasados que fizeram as provas, cadernos de prova com respostas prontas a candidatos, falta de gabaritos em número suficiente, improvisação de folhas de gabaritos, entrega de gabaritos a candidatos com respostas já assinaladas e candidatos portando celulares nos locais de provas.
A Prefeitura de Triunfo ainda não se manifestou sobre as irregularidades apontadas pelo MP. O mérito ainda será julgado. Enquanto isso, candidatos que fizeram as provas sem relação com irregularidades também protestam. (Nill Júnior)

Share/Bookmark

0 comentários: