Laudo aponta que homem linchado após suspeita de pedofilia era inocente

Um homem, de 58 anos, suspeito de abusar sexualmente de duas crianças, uma de três e outra de seis anos, que foi linchado por populares em Paraíso do Norte, no noroeste do Paraná, na terça-feira (23), era inocente de acordo com o laudo emitido pelo Instituto Médico Legal (IML). O suspeito morreu na tarde de quarta-feira (25) na Santa Casa de Paranavaí devido a gravidade dos ferimentos.
Suspeito de pedofilia é espancado por populares no Paraná
Segundo o delegado Clóvis Papa, responsável pela investigação sobre o suposto estupro, uma investigação paralela vai apurar o linchamento.
De acordo com Papa, os vídeos e fotos que circulam na internet e que mostram pessoas abordando Juvenal vão ser usados para reconhecimento e indiciamento dos agressores e eles devem ser intimados para prestar esclarecimentos à Polícia. Se incriminados, os acusados vão responder homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Share/Bookmark

0 comentários: