A suposta máquina que poderia fazer fotografias do passado

É verdade que Albert Einstein trabalhou secretamente com outros cientistas importantes no desenvolvimento de uma máquina capaz de fotografar imagens passadas?
É possível que com essa máquina um padre beneditino tenha conseguido fotografarJesus Cristo passeando ao lado de seus discípulos? Alguns acreditam que sim e confirmam a teoria da existência de uma máquina chamada Cronovisor.
O padre Pellegrino Ernetti, que dava aulas de música antiga na igreja de San Giorgio, emVeneza, afirmou, em 1972, ter em sua posse uma máquina, criada na década de 1940 por um grupo de cientistas importantes, com a qual ele poderia fotografar o passado: o sofrimento de Jesus, a traição de Judas, a destruição de Sodoma e Gomorra, etc. Segundo Ernetti, esse feito tinha um sólido fundamento científico, baseado na energia indestrutível das ondas que formam as imagens e o som. O que o artefato fazia era captar essas ondas flutuando no ar e decodificá-las como imagens.
Na época, a reportagem em que o padre falava dessa invenção foi publicada ao lado de uma imagem de Cristo e dos apóstolos. Pouco tempo depois, autoridades do Vaticano se manifestaram para desmentir publicamente a existência do Cronovisor. Ernetti, antes de morrer, acusou o Papa e a Santa Sé de terem confiscado a máquina. Segundo ele, a instituição queria evitar que certas verdades históricas viessem à tona.
Se isso for verdade, significaria que, atualmente, o Vaticano, liderado pelo Papa Francisco, possui uma máquina capaz de fotografar no tempo. E seria isso possível? Ou seria ético esconder algo que, se verdadeiro, poderá modificar a história como a entendemos?

Share/Bookmark

0 comentários: