Detectadas rápidas explosões de rádio repetidas do mesmo lugar e fora da Via Láctea

Uma equipe de astrônomos detectou – pela primeira vez na história – rajadas rápidas de rádio e repetidas procedentes de um mesmo local no universo, fora da Via Láctea.
O feito foi realizado por pesquisadores da Universidade McGill de Montreal, no Canadá.
Trata-se de uma série de erupções que não duram mais que um milissegundo. Grande parte das teorias sobre as rajadas de rádio rápidas acreditavam que a origem desse tipo de erupção estava em acontecimentos catastróficos, capazes de destruir sua própria fonte, como o caso de uma estrela em explosão, uma supernova, ou o impacto de uma estrela de nêutrons com um buraco negro.
Essa nova descoberta, liderada por Pablo Scholz, doutorando da Universidade McGill, no Canadá, permitiu deduzir que algumas rajadas rápidas de rádio podem ter uma origem muito distinta.
Segundo a publicação do estudante, essas rajadas provêm de um corpo espacial extremamente poderoso, com a capacidade de produzir múltiplas explosões em menos de um minuto. “Soube imediatamente que a descoberta seria muito importante para o estudo das FRB (sigla em inglês para Rajadas Rápidas de Rádio)”, afirmou Scholz.
As conclusões do estudo destacam que essas ondas de rádio cósmicas procedem de um corpo celestial muito especial, como o caso de uma estrela de nêutrons girando e emitindo pulsos extremamente brilhantes.- http://seuhistory.com/noticias

Share/Bookmark

0 comentários: