PROJETO DE LEI PODERÁ ALTERAR O DIA MUNICIPAL DO EVANGÉLICO EM IGUARACY

A propositura encabeçada pela presidente Odete foi apoiada por todos os vereadores
Evangélicos compareceram na manhã da última de terça-feira (01/03) no plenário da Câmara Municipal de Iguaracy para a apresentação do Projeto de Lei Nº 001/2016, da líder política dos evangélicos na Câmara, a presidente Odete Soares Pereira, que altera o Art. 1º da Lei Municipal Nº 327/2012 e dá outras providências.
Representantes das igrejas estiveram no plenário
O projeto conta com o reforço da Lei Federal Nº 12.328, de 15 de setembro de 2010, que institui o Dia Nacional do Evangélico a ser comemorado no dia 30 de novembro de cada ano. O objetivo é alterar o dia, atualmente celebrado no mesmo dia da emancipação política (20 de Dezembro), e encaixá-lo no calendário oficial do Município.Veja abaixo:

Projeto de Lei Nº 001/2016

Ementa: Altera o Art. 1º da Lei Municipal Nº 327/2012 e dá outras providências.

A vereadora Odete Soares Pereira no uso de suas atribuições legais que lhe são facultadas pelo regimento interno e a Lei Orgânica submete a apreciação e consequentemente a votação no plenário o seguinte Projeto de Lei:
Art. 1º O Art. 1º da Lei Municipal nº 327/2012 passa a vigorar com a seguinte redação:
Art. 1º Fica instituído no âmbito do município de Iguaracy o Dia do Evangélico a ser comemorado no dia 30 de novembro de cada ano.
Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação revogando-se as disposições em contrário.
A votação do Projeto será na próxima terça-feira (08/03), mas todos os vereadores presentes foram unânimes em darem a sua palavra de apoio a favor da aprovação.
Em entrevista a imprensa, a autora do projeto falou sobre a necessidade da mudança. “O Dia Municipal do Evangélico precisa ser exclusivamente direcionado para as atividades evangélicas. A festa da emancipação política é tradicional, importante e devemos preservar seu espaço, mas sem misturar as culturas e causar desconfortos”, disse.
LÍDERES DAS IGREJAS FALARAM SOBRE O ASSUNTO. VEJA NO VÍDEO:
Não é uma simples data simbólica, mas sim o reconhecimento e a valorização de um povo ordeiro que busca levar o bom testemunho de Cristo a aqueles que, devido às circunstâncias da vida, perderam ou não tiveram contato com a palavra de Deus e que, assim, buscam contribuir da melhor forma possível para o crescimento físico e espiritual de toda a nossa sociedade. (Assessoria de Comunicação)
Share/Bookmark

0 comentários: