Rússia é a força principal em defesa dos cristãos, diz patriarca Kirill

O país apoia a permanência dos cristãos em regiões de conflito com o Estado Islâmico
Durante encontro em Cuba, o papa Francisco e o líder da Igreja Ortodoxa Russa, patriarca Kirill, pediram à comunidade internacional que somasse esforços em defesa dos cristãos perseguidos em todo o mundo.
Esta semana Kirill chegou a afirmar que seu país representa a principal força nessa defesa. “Parece que a Rússia agora está atuando como a força principal que protege os cristãos em todo o mundo”, disse ele.
Em diversos países os cristãos são perseguidos, defensores dos direitos humanos chegam a contar mais de 7.000 mortos no ano de 2015 por conta da fé em países onde a liberdade religiosa não é protegida.
Além das constantes ameaças do Estado Islâmico em países como Iraque e Síria, há outros locais onde ser cristão gera ameaças de vida como Coreia do Norte, China e muitos outros.
A visão do patriarca está ligada aos esforços da Rússia em permitir que os cristãos permanessam em suas cidades nas regiões onde o Estado Islâmico tem atacado.
O país tem oferecido ajuda aos cristãos e suas famílias nas zonas de confronto. Os países do ocidente, segundo os líderes ortodoxos afirmam, pedem para que esses cristãos saiam da região para preservarem suas vidas. Com informações Sputnik

Share/Bookmark

0 comentários: