TRIUNFO 2: população de Triunfo cobra "cinturão rodoviário" na cidade

Há anos defende-se um projeto estruturador para a viabilidade do trânsito em toda área de extensão urbana da Cidade de Triunfo, com projeto orçado em função de verbas federais e estaduais conforme anunciaram, fazendo parte de supostas emendas dos deputados turistas em Triunfo sempre votados e bem sucedidos, infelizmente devido a falta de informação do eleitor cada vez mais viciado e às vezes enganado mesmo, respectivamente: sem querer saber e nunca aprender discernir o que é certo e errado, prejudicando todos os habitantes.
As vias teriam início a partir da PE-365 formando um cinturão que passaria pelo Centro de Turismo e Lazer do Sesc , na Avenida Antonio Henrique da Silva, Bairro do Cruzeiro; agregando o trecho que fosse mais viável no setor dos sítios Água Branca, Baixa Grande e Baião, que possibilitassem sair nas imediações dos bairros São Vicente e Timbaúba. Esse corredor embora um pouco acidentado em algumas partes teria cerca de 2 km e seria prenúncio de expansão territorial, beneficiando usuários da linha residencial mais próxima.
Entende-se que no citado trajeto logo iriam se formar diversas artérias públicas resultando construções e mais construções de novas habitações e pontos comerciais expandindo a área periférica nos diferentes lados, com abertura desses acessos viários somados com a parte de uso precário mais avançada que foi quase naturalmente implantada pelos transeuntes ligando Bairro do Rosário - Sítio Machado - Bairro Liberdade, sem esquecer a continuação Bairro da Saudade - Bairro Calugí - Sítio Lagoa dos Cavalos , retornando à PE-365 no Belvedere - Portal da Cidade. Soluções práticas existem, falta sensibilidade administrativa, sentimento nativista e vontade política dos administradores. Espera-se avanços.... 
Por Carlos Ferraz

Share/Bookmark

0 comentários: