Acidentes com motos custaram mais de R$ 917 milhões para PE em 2015

A Secretaria Estadual de Saúde apresentou nesta terça-feira (19) números relacionados a acidentes de trânsito em Pernambuco. Mesmo com a diminuição no número de acidentes envolvendo motos, o custo com esse tipo de acidentado ainda é muito alto. Apesar da queda de 12,9% na taxa de mortalidade, de 2014 para 2015, o atendimento de equipes multidisciplinares e o acompanhamento de médicos e fisioterapeutas aos motociclistas envolvidos em acidentes gerou, no ano de 2015, um gasto de mais de R$ 917 milhões para as esferas municipal, estadual e federal em Pernambuco.
Para se ter uma ideia do que significa o montante, de acordo com a Secretaria de Saúde, o valor significa quatro anos de funcionamento do Hospital de Restauração, maior emergência do estado. Ou 11 anos de funcionamento do Hospital do Câncer.
Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (SES), todas as despesas com zika, dengue e chikungunya em 2016 devem corresponder a não mais de 12% do que foi gasto com acidentes envolvendo motos no ano passado. O orçamento previsto para as arboviroses, que estão listadas entre as principais preocupações da pasta atualmente, é de R$ 135 milhões.

Share/Bookmark

0 comentários: