Adolescentes desaparecidas são encontradas

Jornal do Commercio
Adolescentes saíram de casa dizendo que iam fazer um trabalho escolar. Foto: Divulgação/Facebook
As duas adolescentes, Brenda Ramalho, de 13 anos, e Alessandra Kunisck, 14, que desapareceram nesse domingo (3) no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife, foram encontradas pela polícia na tarde desta segunda-feira (4). As jovens teriam dito à família que iriam fazer um trabalho escolar na casa de uma amiga, na Avenida Abdias de Carvalho, momentos antes de sumirem.
De acordo com o delegado, as meninas foram encontradas no bairro do Espinheiro, na Zona Norte do Recife, e encaminhadas para a delegacia do bairro. Durante a tarde, foto das duas adolescentes no terminal integrado da Macaxeira, também na Zona Norte, foram divulgadas na rede social dos parentes. O delegado do Departamento de Polícia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) confirmou que as adolescentes estiveram no terminal e saíram do local após pegarem um ônibus.
Segundo a tia de Alessandra, Aline Kuniscki, a adolescente saiu de casa dizendo que ia fazer um trabalho escolar. “Elas não moram lá. Disseram aos pais que iam fazer um trabalho da escola. Os amigos disseram que elas saíram de lá e foram vistas ainda pela praça da frente do condomínio. Uma amiga delas me mandou um áudio dizendo que quando saíram de lá elas disseram que iam pegar um ônibus”, falou.
A família tentou telefonar, mas os celulares das adolescentes permaneciam desligados. De acordo com o delegado da DPCA, Ademir Oliveira, a hipótese de sequestro já começa a ser descartada pela polícia. ” Ouvimos o pai da amiga das meninas que afirmou que as duas adolescentes não estiveram na residência para fazer qualquer tipo de trabalho”, informa.
As adolescentes foram encaminhadas para a DPCA, no bairro da Madalena, Zona Oeste, onde serão ouvidas para que o caso seja esclarecido.

Share/Bookmark

0 comentários: