Com 553 km de extensão, a BR-232 é a mais longa e a mais violenta de Pernambuco

Com 553 km de extensão, a BR-232 é a mais longa e a mais violenta de Pernambuco. Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontam que dos 44 casos de roubos registrados este ano nas 11 BRs que cortam o território pernambucano, metade aconteceu na BR-232. Os registros mostram ainda que os pontos mais vulneráveis estão entre os municípios de Gravatá e São Caetano, ambos no Agreste do Estado. Nesse trecho, inclusive, estão localizadas cidades como Caruaru, onde tradicionalmente acontecem feiras da sulanca e acabam concentrando um alto índice de assaltos a comerciantes.
O coordenador comercial Solano Vila Nova, 41 anos, sofreu na pele a insegurança que tem assolado a rodovia federal pernambucana. No final da noite desse sábado (23), no feriadão de Tiradentes, ele saiu do Recife com a esposa e o filho de seis anos em direção à casa de familiares em Gravatá. Como nunca havia ido ao local, errou a entrada do condomínio e no momento que voltava para a rodovia foi abordado por bandidos.
“Era por volta da meia-noite quando aconteceu. Percebi que tinha entrado no condomínio errado e quando voltava para a pista, um carro bateu na minha lateral. Meu reflexo foi puxar o carro para o lado, mas foi aí que começaram a atirar. Tentei sair, mas as balas atingiram o vidro do carro e os estilhaços entraram no meu olho, o que me fez parar o carro”, relembrou Solano. (NE 10)

Share/Bookmark

0 comentários: