Frentista reage a assalto e joga álcool em ladrão, que pega fogo ao atirar. Veja o vídeo:

Imagens mostram momento que homem atira e é consumido por chamas. Em liberdade condicional, ladrão teve 87% do corpo queimado.
Um homem que tentava assaltar um posto de gasolina na madrugada de domingo (8), em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, teve o corpo queimado após ter álcool jogado sobre ele por um frentista, em reação ao roubo. As imagens foram exibidas no RJTV nesta segunda-feira (9).
Luis Romário Fernandes teve 87% do corpo queimado. Ele estava em liberdade condicional após ser preso por crimes como tráfico de drogas e roubo. Segundo os peritos, seu corpo começou a pegar fogo depois que o bandido fez o disparo. A fagulha fez o álcool incendiar.
Dinâmica do crime
Luis Romário parou o carro ao lado da bomba de gasolina para abastecer, como se fosse um cliente, e pediu para encher o tanque. Eram por volta das 3h. Quando o frentista ia devolver as chaves, o ladrão anunciou o assalto.
Toda a ação dura menos de dois minutos. O dono do posto conta que o funcionário entregou o dinheiro que tinha no bolso: R$ 40.
O bandido ameaçou ele. "Se você não me der o restante e eu sair do carro, tu vai se dar mal", disse ele", contou Lecir Gouvea do Amaral, dono do posto.
Logo depois, o frentista volta e joga álcool sobre o Luis Romário, que atira, errando o alvo. Em seguida, as chamas tomam conta do carro.
O criminoso está internado no hospital Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio.
O delegado Roberto Cardoso, da 44ª DP (Inhaúma), afirma que ninguém deve reagir em situações assim: "Essa atitude é perigosa, não é recomendada. Por acaso nesse caso deu certo, né ? Mas jamais a vítima deve esboçar esse tipo de reação porque corre perigo."
Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 RJ ou por Whatsapp e Viber.

Share/Bookmark

0 comentários: