Índio atira em suposto OVNI, recebe descarga elétrica e cai desmaiado em aldeia de Feijó

Os índios acharam que se tratava de um drone, mas por ter queimado os bicos de todas as lanternas e emitido fortes descargas elétricas, eles ficaram apavorados
Na semana passada, um índio conhecido por Iaka Kampa, morador da aldeia Nova Floresta, no rio Envira, no município de Feijó, foi atingido por descarga de um Objeto Voador Não Identificado (OVNI). O suposto ‘disco voador’ teria sido visto por outros índios, que disparam 18 tiros de espingarda em seu rumo. “Ele era muito rápido, tinha uma luz muito forte e esverdeada”, disse o índio Airton Kampa.
Ainda segundo Kampa, os índios acharam que se tratava de um drone, mas por ter queimado os bicos de todas as lanternas e emitido fortes descargas elétricas, eles ficaram apavorados. “Ele aparecia sempre às 1: 30 da madrugada e ficava mais ou mesmo até às duas horas”, disse o índio, que trouxe o amigo atingido até o hospital da cidade.
O professor aposentado da Universidade Federal do Acre (Ufac), Carvalho de Melo, também teria visto um OVNI com as mesmas características, desta feita às margens da BR 364, sentido Manoel Urbano-Feijó. A reportagem ainda não fez contato com o professor, que também mora em Feijó.

Share/Bookmark

0 comentários: