Mãe de menina estuprada em Afogados fala a imprensa

Na manhã desta quinta-feira (19), a sra. Josicleide, mãe da menina de sete anos que foi estuprada na noite do dia 17, pelo acusado José Pedro Pereira, conhecido como “Dé Relojoeiro”, entrou em contato com a Rádio Pajeú.
Josicleide, disse que está sofrendo represálias e sendo difamada através da internet por familiares do acusado, que dizem ser ele um homem bom e que a menina teria inventado toda a história.
Josicleide, muito abalada, disse que a filha quase morreu, sofreu uma hemorragia muito forte e deve receber alta hoje. Josicleide disse ainda que a menina já foi ouvida pela polícia, psicóloga e pelo Conselho Tutelar.
Ela pede justiça e disse que a filha confiava e gostava do acusado. “Ele se aproveitou da fragilidade dela, da inocência dela, ela gostava dele”. (Rádio Pajeú)

Share/Bookmark

0 comentários: