Temer confirma afastamento de Jucá

Sem comentar gravação sobre Lava Jato, presidente interino diz que conta que Jucá "continuará auxiliando o governo no Congresso de forma decisiva"
O presidente da República em exercício, Michel Temer, e o Ministro do Planejamento, Romero Jucá, no gabinete da presidência do Senado Federal, em Brasília (DF) - 23/05/2016(Pedro Ladeira/Folhapress)
O presidente interino Michel Temer (PMDB) confirmou na noite desta segunda-feira o afastamento de Romero Jucá do cargo de ministro do Planejamento. Jucá foi flagrado em uma gravação conversando com o ex-dirigente da Transpetro Sergio Machado sobre um pacto para barrar a Operação Lava Jato. Em nota, Temer afirmou que Juca vai continuar colaborando com o governo federal "de forma decisiva".
"Registro o trabalho competente e a dedicação do ministro Jucá no correto diagnóstico de nossa crise financeira e na excepcional formulação de medidas a serem apresentadas, brevemente, para a correção do déficit fiscal e da retomada do crescimento da economia", diz a nota assinada por Temer.
O presidente interino não comentou a gravação. Pouco antes de Jucá falar em uma "licença", Temer afirmou que "buscaria rapidamente a melhor solução para todos".
Jucá será exonerado do cargo de ministro e deve reassumir nesta terça o mandato no Senado, onde, segundo disse, fará um embate político com o PT, oposição a Temer, no exercício da presidência nacional do PMDB.
Leia a íntegra da nota de Temer:
O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Romero Jucá, solicitou hoje afastamento de seu cargo, até que sejam esclarecidas as informações divulgadas pela imprensa. Registro o trabalho competente e a dedicação do ministro Jucá no correto diagnóstico de nossa crise financeira e na excepcional formulação de medidas a serem apresentadas, brevemente, para a correção do déficit fiscal e da retomada do crescimento da economia. Conto que Jucá continuará, neste período, auxiliando o Governo Federal no Congresso de forma decisiva, com sua imensa capacidade política.

Share/Bookmark

0 comentários: