Após exames, Pernambuco descarta 76% dos casos notificados de microcefalia

Do total de 1.525 crianças que passaram por exames médicos em Pernambuco para concretizar o diagnóstico de microcefalia, 76% tiveram a malformação descartada pelos médicos, percentual que equivale a 1.159 bebês. As outras 366 crianças, correspondentes aos 24% restantes, tiveram a condição confirmada pelos médicos. As informações foram repassadas pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) nesta terça (14).
inda de acordo com a pasta, os números correspondem aos bebês examinados desde o dia 1º de agosto de 2015 ao último sábado (11). Ao todo, 1.999 bebês foram notificados com suspeita de microcefalia nesse período. Na semana anterior, havia 363 confirmações da malformação.
No boletim desta terça (14), apenas seis dos 184 municípios de Pernambuco não apresentaram notificação de bebê com suspeita de microcefalia durante o período em questão. Também foram registrados 36 casos de bebês natimortos e outros 34 que faleceram logo após o nascimento, totalizando 70 bebês microcéfalos mortos. A secretaria destaca que nenhum dos casos teve a malformação como causa básica da morte.
Ainda de acordo com o boletim, 4.333 gestantes foram notificadas com manchas vermelhas pelo corpo – o que sinaliza uma possível arbovirose.

Share/Bookmark

0 comentários: