NÃO QUIS: Papa rejeita doação da Argentina com “marca da besta”

O governo argentino ofereceu a quantia de 16.666.000 para uma instituição de caridade apoiada pelo pontífice
O que faria se recebesse uma doação no valor de 16.666.000 pesos argentinos (cerca de 4.207.332 reais)? Esse valor foi doado pelo presidente da Argentina, Mauricio Macri, para uma organização de caridade apoiada pelo Papa Francisco, mas o pontífice não aceitou a doação.
O motivo para a recusa do dinheiro está na referência do 666, número tão temido por ser conhecido como o número da besta do Apocalipse.
Ao jornal italiano La Stampa, o líder católico afirmou que pediu para a organização Scholas Occurentes, uma instituição internacional voltada à educação, recusar o dinheiro. “Não gostei do 666”.
A recusa do dinheiro repercutiu de forma negativa na Argentina, pois o Papa Francisco já teve divergências com o presidente de seu país.
Em carta enviada pela Scholas ao governo argentino, a instituição explica que é conveniente devolver o dinheiro porque “há aqueles que estão tentando deturpar este gesto institucional”.
Já o presidente Macri, disse que o polêmico valor é porque a “soma foi baseada nos gastos da sede da instituição em Buenos Aires, com base nos salários de 36 funcionários, além de equipamentos e manutenção do prédio”.

Share/Bookmark

0 comentários: