Vítimas não usavam cinto de segurança, diz Corpo de Bombeiros

A falta do cinto de segurança, equipamento obrigatório, poderia ter evitado os óbitos no acidente que ocorreu matando seis pessoas de uma mesma família, com quatro das vítimas, sendo naturais da cidade de Brejinho.
 O acidente que aconteceu na manhã do domingo (19), matando seis pessoas de uma mesma família na PE-117, no município de Canhotinho. Morreram no local Adelson Francisco Oliveira, de 44 anos, Irenilda Oliveira, 40 e Leigila Oliveira, 15, que eram pai, mãe e filha e outros três parentes: Alex Oliveira, 17 anos; Anderson Madeira, 29 e Josenildo Souza, de 21 anos. Todas as vítimas moravam no Povoado Quatro Bocas, Zona Rural do município de Angelim, também no Agreste. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Garanhuns, nenhuma delas usava o cinto. O motorista teria perdido controle do veículo e caído de uma ponte conhecida como "Ponte da Morte". Após a queda de uma altura aproximada de seis metros, o veículo ainda atingiu uma ribanceira.

Share/Bookmark

0 comentários: