Zezé di Camargo se assusta com conta de R$ 5 mil na balada: "Exploração total"

O cantor sertanejo recomendou aos seus seguidores que "esqueçam desse ambiente" na hora de se divertir
Zezé di Camargo e a namorada, Graciele Lacerda, saíram para se divertir na madrugada desta quarta-feira, 1, e entraram por engano em um 'inferninho de luxo'.
O cantor sertanejo ainda reclamou do alto valor cobrado pelas bebidas no local e disse que precisou desembolsar R$ 5 mil por duas garrafas de champanhe.
"Gente, saí de casa hoje para me divertir. Me indicaram um lugar chamado 'Scandalo'. Fui pensando que era uma danceteria. Quando cheguei era um puteiro de classe alta. Tomei alguns drinks com minha namorada e fiquei surpreso quando vi a conta. Quase 5,000 reais por duas Perignon. Recomendo a todos que esqueçam desse ambiente. Exploração total", reclamou Zezé em sua conta no Instagram.
Nas duas fotos publicadas pelo artista nas redes sociais durante o passeio pela madrugada, ele aparece ao lado de uma luxuosa Mercedes conversível.
Mais tarde, Zezé explicou a ida ao bordel de luxo com a namorada e disse que era um "observador da alma humana". "Como poucos entenderam o que quis dizer no meu último post, prefiro recomeçar do zero: Eu e a minha namorada fomos ao Scandallo, uma casa noturna de São Paulo, para nos divertir. Como tantos casais, interessava, a nós, dançar, brindar, rir e, como confesso observador da alma humana, assistir um pouco do comportamento alheio, por que não? Estávamos lá como espectadores, bem entendido. O Scandallo tem tudo isso e opções para quem quer mais, como representantes daquela que é tratada como a mais antiga profissão do mundo. Cada um na sua, há diversão para todos os gostos. A nossa não esbarrava em nada que não dissesse respeito a nós dois. Mas, assim como respeito as opções de cada um, eu me senti sinceramente desrespeitado como consumidor, ao receber uma conta que estimava em 5 mil reais por duas garrafas de Perignon. Não espero encontrar preços que são uma pechincha num lugar como esse, mas, francamente, é um abuso, uma exploração que me incomoda bastante e ultrapassa todos os limites do bom senso. Esperava não estar cometendo nenhum pecado para ter de pagar tão mais caro por uns drinks. Mas, se assim a casa entende que deva tratar seus clientes, que pena, porque a balada de lá é muito boa e muita gente deveria curtir", completou.

Share/Bookmark

0 comentários: