CÂMARA DE IGUARACY REALIZOU AS DUAS ÚLTIMAS SESSÕES ORDINÁRIAS DO PERÍODO NA ÚLTIMA SEMANA. VEJA OS DESTAQUES:

Esta semana os Vereadores da Câmara Municipal de Iguaracy realizaram duas Sessões Ordinárias, em virtude do adiamento da 19ª Sessão referente ao dia 21 de Junho de 2016. As duas sessões aconteceram na manhã última terça (28), e foram as últimas do primeiro período legislativo de 2016.
A 19ª Sessão Ordinária foi aberta às 09h00min pela presidente Odete Soares Pereira. Junto a presidente da Casa, estiveram presentes os vereadores Amaury de Oliveira Torres – 1º Secretário, José Jorge da Silva - 2º Secretário (Jorge Soldado), Leonardo Lopes Magalhães (Neguinho de Irajaí), Simão Rafael de Vasconcelos, José Torres Lopes Filho (Zeinha), Fábio Alves Torres, Manoel Olímpio de Siqueira e Francisco de Sales Galindo Filho.
Após a leitura de versículos da Bíblia, a presidente passou a palavra ao 1º Secretário para a leitura do material do expediente, leitura das atas das sessões anteriores, conforme acontece semanalmente.

ORDEM DO DIA (19ª SESSÃO)
*Leitura do Projeto de Lei Nº 002/2016, de autoria do Vereador Manoel Olímpio de Siqueira, que dispõe de instituir o Dia Municipal do Vaqueiro e dá outras providências; (EM APRECIAÇÃO)
Esse projeto propõe instituir o Dia Municipal do Vaqueiro no Município de Iguaracy, a ser comemorado no dia 01 de Maio, anualmente. E tem como coautores a vereadora presidente Odete Sores, Leonardo Magalhães, Amaury Torres e José Jorge (Jorge Soldado).
*Leitura e Votação do Requerimento Nº 033/2016, de autoria do Vereador Fábio Alves Torres, que dispõe do pedido de construção de uma (01) quadra poliesportiva na comunidade do Sítio Lagoa Nova; (APROVADO)
*Leitura do Projeto de Lei Nº 003/2016, que dispõe de estabelecer a remuneração dos agentes políticos integrantes do Poder Executivo e secretários do município de Iguaracy, no mandato relativo aos exercícios do quadriênio 2017 a 2020 e dá outras providências; (EM APRECIAÇÃO)

Requerimentos verbais também foram apresentados.
Pelo Vereador Fábio Alves Torres, pedido destinado à mesa diretora para que seja apresentado título de cidadã iguaraciense a Sra. Francisca (Sobrenome ainda não informado), que reside no Assentamento Ramada da Quixabeira. (APROVADO)

O Gerente da agência local do Banco do Brasil, Sandro, esteve no plenário e prestou alguns esclarecimentos a Casa. Inicialmente, falando sobre o último assalto ocorrido na unidade, prejudicando milhares de clientes, o comércio e a população, ele explicou que somente os terminais de autoatendimento foram danificados pelas explosões. Diversos assuntos foram abordados, VEJA NA MATÉRIA ESPECIAL:
Alguns vereadores fizeram uso da palavra após o representante do Banco do Brasil, onde aproveitaram para esclarecer dúvidas e colocar suas ideias mediante o caso.

USO DA TRIBUNA
Manoel Olímpio – Falou sobre o projeto de sua autoria, o qual tem o objetivo de instituir o Dia Municipal do Vaqueiro, e ao mesmo tempo agradeceu o apoio dos demais vereadores; Externou satisfação com as informações do gerente do Banco do Brasil, e também agradeceu o empenho do servidor no processo de resolução dos danos causados pelo assalto.
Fábio Torres – Com a presença do gerente, o vereador agradeceu e parabenizou o mesmo pelo trabalho desenvolvido na comunidade; Também cobrou agilidade mediante a falta do serviço de autoatendimento e caixa.
José Torres – Parabenizou e agradeceu o gerente da agência local; Cobrou a intervenção dos deputados federais para que seja acelerado o processo de reativação do serviço de autoatendimento.
Odete Soares – Disse estar satisfeita com o trabalho do Banco do Brasil na cidade, e fez agradecimentos ao representante da instituição na sessão; Defendeu o trabalho da Câmara de Vereadores; Citou a necessidade de parcerias para garantir avanços na segurança e nos serviços fundamentais para o município.
Francisco de Sales – Também agradeceu e parabenizou o gerente Sandro pelo serviço prestado a comunidade.
Em seguida a sessão foi encerrada. Após alguns minutos de pausa, uma nova sessão foi aberta, desta vez a 20º Sessão Ordinária/2016. Ainda com a presença de todos os vereadores, a vereadora presidente abriu a nova sessão ordinária, cumprimentou a todos os presentes e deu seguimento a leitura do material do expediente.

ORDEM DO DIA (20º SESSÃO)
*Leitura e Votação do Projeto de Lei Nº 002/2016, de autoria do Vereador Manoel Olímpio de Siqueira, que dispõe de instituir o Dia Municipal do Vaqueiro e dá outras providências; (APROVADO)
*Leitura e Votação do Projeto de Lei Nº 003/2016, que dispõe de estabelecer a remuneração dos agentes políticos integrantes do Poder Executivo e secretários do município de Iguaracy, no mandato relativo aos exercícios do quadriênio 2017 a 2020 e dá outras providências; (APROVADO)
*Leitura e Votação do Projeto de Resolução Nº 004/2016, que dispõe de fixar o subsídio dos vereadores do município de Iguaracy para legislatura de 2017 a 2020 e dá outras providências; (EM APRECIAÇÃO)

O 1º secretário fez a leitura de todos os projetos já apresentados na Casa desde o início desta legislatura. As principais ações realizadas neste biênio (2015/2016) pela presidente Odete Soares também foram lembradas, são elas: Instalação de sistema de monitoramento e câmeras de segurança, instalação de portões de ferro para reforço na segurança do prédio, aquisição de dois (02) computadores para assessoria de gabinete, aquisição de nova impressora, aquisição de um (01) aparelho umidificador para o plenário, modernização do sistema de iluminação da Casa com a instalação de lâmpadas de LED, organização de todo o arquivo em caixas de PVC, aquisição de móveis para a sala da tesouraria, informatização de documentos, ativação do portal oficial da Câmara, aquisição de cronômetro para controle do tempo de uso da fala, aquisição de novos quadros para exposição das fotografias oficiais dos atuais vereadores (Biênio 2015/2016), dentre outras.

USO DA TRIBUNA

Presidente Odete Soares – A vereadora rebateu todas as críticas levantadas na imprensa pelo presidente da Associação Bem Viver, João Amaral, e esclareceu sobre o caso.
Na sessão do último dia 31 de Maio de 2016 (16º Sessão), conforme acordado entre os vereadores, o tempo da reunião foi reduzido, em virtude da participação dos vereadores na missa de trigésimo dia da morte do vaqueiro Jean Alves Feitosa, que faleceu vítima de um acidente a cavalo, enquanto participava de um evento de pega de boi. O vaqueiro era figura conhecida e tinha uma representação popular bastante forte no município. Com o objetivo de participar das homenagens em honra ao vaqueiro, os representantes do legislativo de Iguaracy se dispuseram a participar desse triste momento, ao lado de familiares e amigos.
Odete também explicou sobre a suposta ocasião em que teria negado espaço ao presidente da Associação Bem Viver, João Amaral. “Nós tivemos um pedido do senhor João Amaral aqui na Casa, onde ele pedia que nós convocássemos a secretária de saúde a fazer uma reunião com os vereadores, para tratar do CEO de Afogados da Ingazeira, no sentido de que fosse liberado o uso do serviço por parte dos pacientes iguaracienses. Na terça-feira ele chegou e me pediu o espaço para falar, e foi onde eu disse a ele que iria marcar uma reunião com a Secretária de Saúde, conforme ele havia pedido. A secretária foi a Casa, mas o presidente da associação não se fez presente na ocasião”, informou.

Retomando o caso, o 1º Secretário Amaury Torres fez a leitura de trechos da fala da Secretária de Saúde na 16º sessão. Para reforçar o entendimento, o Coord. do NASF Verandilson Zuza, também esteve representando a Secretaria de Saúde na ocasião.
Sobre a suspensão das eleições do Conselho tutelar, a vereadora explicou que o travamento ocorre devido a ações judiciais, e que somente a justiça pode deliberar sobre o assunto.

José Jorge (Jorge Soldado) –
O vereador aproveitou o espaço para rebater as criticas levantada pelo presidente da Associação Bem Viver, João Amaral, bem como as acusações levadas a imprensa, que de acordo com o vereador teve o objetivo de manchar a imagem do legislativo; Também falou a respeito do senhor Pedro Leite, vulgo “Pedro de Neguinha”, que segundo o vereador também fez críticas ao legislativo, porém de maneira pejorativa no intuito de prejudicar os parlamentares.
José Torres – Pediu mais critério quando as manifestações por parte dos vereadores no uso da fala; Parabenizou as ações da presidência da Casa, e pediu o retorno da transmissão online das reuniões; Cobrou soluções para o tramite judicial que envolve o Conselho Tutelar, mediante o travamento das eleições que impossibilitam a posse dos candidatos eleitos; Pediu deliberações quanto ao caso da seleção para agentes comunitários de saúde, que também tramita na justiça; Pediu a inclusão das pessoas diabéticas no PAA (Programa de Aquisição de Alimentos); Questionou o tempo de fala em sessão.
Fábio Torres – Observou e sugeriu que a Câmara reveja a forma de atendimento ao público do plenário, Questionou o tempo de uso da fala; Pediu mais conscientização quanto à maneira de observar as posições políticas; Referente ao CEO esclareceu sobre os critérios básicos para implantação do serviço; Cobrou mais empenho na discussão do tema CEO, e que seja levado a outras cidades para tentar soluções mais urgentes; Criticou a discussão político-partidária em plenário; Falou sobre o trabalho da Compesa na cidade e parabenizou a Companhia; Cobrou atenção do município para manutenção da parceria com a Compesa.
Manoel Olímpio – Agradeceu a aprovação do projeto de lei que institui o Dia Municipal do Vaqueiro; Defendeu o CEO, Rebateu as críticas do senhor João Amaral; Falou sobre o serviço gratuito de distribuição de próteses dentárias; Lembrou sobre o pedido de doação de terras encaminhado ao Governo do Estado, que resultará na construção do lar do idoso, casas populares entre outras melhorias da infraestrutura voltada para o benefício social; Falou sobre o PAA e IPA, pontuando a necessidade de organização do programa e cuidado na manutenção do pagamento dos produtores que fornecem os alimentos.
Francisco de Sales – Falou sobre o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e defendeu que a população de Iguaracy seja atendida em Afogados da Ingazeira, sendo que não é viável para o município implantar sua própria unidade; Externou apoio ao presidente da Associação Bem Viver, João Amaral, no que se refere ao CEO.
Amaury Torres – Também abordou o tema CEO, defendeu a ideia e mostrou apoio a causa; Defendeu o trabalho da Câmara de Vereadores e rebateu criticas; Falou sobre suas solicitações e trabalho ao longo do mandato até o momento; Parabenizou o Governo Municipal e toda comunidade pela realização dos festejos juninos.

Na sequencia, o Coord. do NASF e Fisioterapeuta, Verandilson Zuza, fez uso da fala para esclarecer sobre o CEO. Segundo ele, o CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) não é exclusividade das pessoas com deficiência, mas de uso de todo usuário do SUS que necessitar do serviço especializado. Ele também explicou sobre o funcionamento do centro na região e todos seus critérios técnicos para implantação. Para ele, é inviável aderir e manter um CEO no município, e que a melhor alternativa ainda é manter o pacto com Afogados da Ingazeira.
Verandilson Zuza na tribuna
O profissional de saúde permaneceu por vários minutos discutindo o assunto com os vereadores, onde ouviu e respondeu o questionamento dos parlamentares.

No uso da fala, João Amaral, fez colocações a respeito de seu trabalho à frente da Associação. Ele também fez um breve relato sobre os acontecimentos dos últimos dois meses, período de bastante debate a cerca do CEO (Centro de Especialidades Odontológicas).
João Amaral
João Amaral se defendeu das colocações referentes às críticas apontadas por ele na imprensa. “Nunca foi negado a palavra aqui, é verdade. Nunca tratei nada mal aqui. Vim até a frente nesse mesmo dia. Todos os vereadores aqui ninguém mentiu que eu disse: Ninguém faz nada. Mas foi sobres esta matéria. E disse no rádio desse jeito senhor Jorge. A sua indignação não podia ser comigo podia ser o povo indignado com você porque eu falei pelo bem do povo, eu não falei por mim. Eu não falei mal do senhor em momento nenhum. Eu disse assim: A indignação que está aqui nesse documento não foi eu que fiz. Está aqui. Foi dito nesta Casa. Estou com o documento em mãos”, colocou.

Após ouvir a fala, a presidente Odete Soares reconheceu e parabenizou o senhor João Amaral pelo trabalho que desenvolve a frente da Associação Bem Viver. “Eu acho que não tinha necessidade de tanto mal entendido, para as coisas chegarem aonde chegou. O senhor pode vir aqui a hora que quiser, como qualquer outro cidadão de Iguaracy. Só falei o que tinha sido dito no rádio que eu teria negado a palavra, e eu não neguei a palavra aqui a ninguém. Ficou tudo muito bem esclarecido. Estamos aqui para ajudar essas pessoas com deficiência. O que vier de projetos para cá, as ideias que o senhor tiver e trouxer para nós, estaremos todos de acordo e a disposição do senhor para acolher”, colocou.

O comunicador Dioneys Rodrigues, da Rádio Transsertaneja FM esteve no plenário.
Odete também fez um breve relato pessoal, ressaltando que convive e cuida de pessoas deficientes, e tem por experiência própria a dificuldade para dar uma melhor condição de vida estas pessoas. Para finalizar ela disse: “Nós não vamos parar seu João. Vamos à frente, vamos a luta. Enquanto eu estiver aqui nesta casa nessa gestão ou em outra, para que essas pessoas ter seus direitos, e que vivam como cidadãos”, finalizou.

PARTICIPE DAS SESSÕES DA CÂMARA DE VEREADORES DE IGUARACY. TODAS AS TERÇAS-FEIRAS ÀS 09 HORAS NO PLENÁRIO DA CASA. A PRÓXIMA SESSÃO SERÁ REALIZADA DIA 02 DE AGOSTO. PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O LEGISLATIVO ACESSE O PORTAL OFICIAL OU A PÁGINA NO FACEBOOK . FIQUE BEM INFORMADO SOBRE OS ASSUNTOS, PROJETOS, INDICAÇÕES, QUE SÃO DEBATIDOS E VOTADOS. (Assessoria de Comunicação)

Share/Bookmark

0 comentários: