Em Serra Talhada, trabalhadores rurais bloqueiam BR – 232 e protestam contra o governo Federal

Nesta segunda-feira (25), data em que se comemora o Dia do Agricultor Familiar, integrantes da categoria realizam protestos pelo país pedindo a agilização da reforma agrária e contra propostas do governo avaliadas como negativas para o setor.
Em Serra Talhada, centenas de agricultores ligados à Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar de Pernambuco – FETRAF, das cidades de Custódia, Flores Betânia, Santa Cruz da Baixa Verde, Serra Talhada, Mirandiba, Belmonte e Salgueiro, bloquearam na manhã desta segunda-feira (25), a BR – 232; na altura do trevo de que dá acesso ao Bairro Alto Bom Jesus.
As duas vias da rodovia federal foram tomadas pelos manifestantes, que seguravam faixas e cartazes, além de ecoaram o famoso bordão “Fora Temer”.
A principal motivação do protesto, Segundo, Luiz Heleno, um dos líderes da Fetraf, “foi à elevação de 55 para 60 anos de idade a aposentadoria para a mulher do campo e de 60 para 65 anos a dos homens”, disse a Júnior Campos.
Outro ponto é que a Medida Provisória 410, permite ao empregador contratar por 60 dias sem assinara carteira.
Os agricultores também pedem a liberação de R$ 8 milhões de verbas federais para a construção de 13 mil habitações no Brasil inteiro, e o assentamento de 30 mil famílias sem terra em Pernambuco.

Share/Bookmark

0 comentários: