Passageiros desistem de embarcar após descobrirem que avião seria pilotado por mulheres Redação RedeTV!

Na última segunda-feira (11), sete passageiros do voo entre Miami, nos Estados Unidos, e Buenos Aires, na Argentina, se recusaram a embarcar após descobrirem que o avião seria pilotado por duas mulheres.
De acordo com o relato de Marcos Martínez, ao jornal argentino La Nacion, ele, a esposa e seus dois filhos entraram na aeronave e se surpreenderam ao encontrarem lugares vagos. "Faltavam cinco minutos para saírmos e o avião estava bastante vazio".
Em seguida, a decolagem atrasou, e Marcos começou a ficar impaciente. "Me aproximei da aeromoça e perguntei se a companhia estava esperando alguém importante ou algo do tipo", disse. "Ela respondeu que não, e que era pra eu ficar tranquilo". Depois de 1h30 de atraso, o avião decolou.
O argentino, no entanto, só descobriu o que havia acontecido quando a aeronave já estava no ar. "O comandante de bordo falou algumas instruções e citou algo relacionado a piloto e a co-piloto. Só aí que descobri que se tratavam de mulheres", comentou. Na sequência, uma das aeromoças explicou o motivo do atraso.
"O voo contiuou normalmente e depois uma das tripulantes da cabine disse que sete passageiros desistiram de embarcar ao descobrirem que o piloto e co-piloto eram mulheres. Então a companhia precisou retirar suas malas do avião e isso demorou 1h30", contou Marcos.
Os passageiros que se recusaram a embarcar não tiveram suas identidades reveladas.
Em outro caso, a Arábia Saudita teve pela primeira vez mulheres concorrendo a cargos políticos e votando durante a eleição realizada em 2015 no país, como mostrou o RedeTV News

Share/Bookmark

0 comentários: