Acusado de assédio sexual, deputado Marco Feliciano posta vídeo e diz: “Não sou uma pessoa má”

O pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) publicou um vídeo em que nega a acusação de assédio sexual feita pela estudante de jornalismo, Patrícia Lelis. Na publicação, divulgada neste sábado (6/8), o político diz que “tem plena confiança na justiça divina e na justiça dos homens”. Na denúncia, Patrícia afirmou que conheceu o deputado porque frequenta a mesma igreja dele. Os dois teriam passado a ser amigos quando ele propôs ser guia espiritual dela.

A estudante afirma que a agressão ocorreu no apartamento funcional do parlamentar em Brasília, na 302 Norte, na manhã de 15 de junho e que por pouco não foi forçada à fazer sexo com o deputado. A jovem relatou que Feliciano chegou a propor que ela se tornasse sua amante, com um alto salário e cargo comissionado no Partido Social Cristão (PSC).
Share/Bookmark

0 comentários: