Caminhão do exército era usado por militares para transportar toneladas de maconha no MS

Militares do Exército Brasileiro trocaram tiros com investigadores da Divisão Estadual e Narcóticos (DENARC) de São Paulo durante a interceptação de um caminhão também do Exército com a carga de aproximadamente três toneladas de maconha, na madrugada deste domingo (28), na Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença, na SP-101, Estrada de Campinas em São Paulo. O carregamento vinha do estado do Mato Grosso do Sul.
 
De acordo com o blog local, Colanagrade, dois militares foram presos, e um terceiro foi ferido por um dos disparos e conseguiu fugir, mas foi capturado na manhã de hoje na cidade de Cordeirópolis (SP), cerca de 60 km do local do tiroteio onde a droga foi apreendida. Os presos são do 20 Regimento de Cavalaria Blindada de Campo Grande (MS). A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, ainda não emitiu nota sobre o caso.
Os presos foram escoltados por Policiais Civis e militares da Polícia do Exército de Campinas (SP). Ocorrência encaminhada para a sede do DENARC, em São Paulo.
Em nota à imprensa local, o Comando Militar do Sudeste informou o nome dos militares envolvidos.
Leia a íntegra da nota:
 
“Em relação aos fatos demandados por este órgão de Imprensa , o Comando Militar do Sudeste esclarece que : Por volta de 1:40h do dia 28 Ago 2016, um Caminhão do Exército Brasileiro, pertencente ao 20 Regimento de Cavalaria Blindado ( 20 RCB), Campo Grande, Mato Grosso do Sul, foi detido na Região de Campinas , São Paulo, com os Cabos Higor Abdala Costa Attene e Maykon Coutinho Coelho , tendo ainda se evadido um terceiro Militar, identificado como Simão Raul, também do 20 RCB. Há indícios de que os referidos militares estariam transportando drogas. Será aberto um Inquérito Policial Militar para a apuração dos fatos.
O Comando Militar do Sudeste esclarece que tanto o tráfico de drogas, bem como o seu porte e consumo são crimes militares capitulados no Código Penal Militar.”
Blog BocaNews

Share/Bookmark

0 comentários: