BETÂNIA: Grupo é preso, suspeitos de explodir caixas eletrônicos em PE

Cinco pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em explodir caixas eletrônicos no estado foram presas pela Polícia Militar de Pernambuco. A prisão aconteceu na madrugada deste sábado (24), por volta das 4h, em João Alfredo, município do Agreste pernambucano.
Quatro homens e uma mulher, identificados como: José Adson de Lima, vulgo “Galego de Lena de Cazusa”, natural da cidade de Betânia-PE; André Luiz de Moraes Lima, Ademir Brás da Silva; Edvaldo Gomes de Almeida e Elayne Rayssa Gomes de Almeida, 20 anos, possui em seu nome, uma mineradora (pedreira), no distrito de Sítio dos Nunes, em Flores-PE; de idades não reveladas, compõem o grupo que foi preso. Com os suspeitos, foram apreendidos fuzis, espingardas, explosivos e grampos, que são espalhados no asfalto para facilitar a fuga.
Os suspeitos presos foram levados para o Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife, chegando ao local por volta das 10h00.
Onda de assaltos
No primeiro semestre deste ano, 110 assaltos a banco foram registrados pela Polícia Civil de Pernambuco, o que inclui o crime à mão armada, arrombamentos de caixas eletrônicos, arrombamentos de cofres, ações com uso de explosivos e sequestros de gerentes, o chamado sapatinho. Um dado superior aos 97 registrados no mesmo intervalo de tempo em 2015.
Do total, 77 ocorrências foram direcionadas a terminais bancários em Pernambuco, sendo 39 arrombamentos de caixas eletrônicos e 38 explosões. Os números representam um aumento de 105% nos arrombamentos e de 35% nas explosões em relação ao mesmo período do ano passado. Nos primeiros sete meses do ano anterior, foram 19 caixas arrombados e 28 detonados com explosivos. Uma força-tarefa foi criada entre as polícias Civil e Federal no estado para investigar essas ocorrências, que seguem sendo frequentes no mês de agosto. Com informações do G1 PE.
portal Nayn Neto

Share/Bookmark

0 comentários: