Mais uma: Gás de cozinha vai ficar mais caro em setembro

Cozinha vai ficar um pouco mais caro a partir de setembro. É que as distribuidoras de gás em Pernambuco vão reajustar o preço do GLP - o gás de cozinha - com base na variação da inflação, aumento dos custos operacionais e salariais da categoria, o que implicará em um preço entre 8% e 10% maior para o consumidor.
De acordo com o Sindicato dos Revendedores de Gás Liquefeito de Petróleo do Estado de Pernambuco (Sinregás-PE), cada distribuidora poderá repassar o aumento com liberdade - o que pode causar a diferença entre as porcentagens. A explicação é que o mercado é livre e outras variáveis podem incidir no preço final, como a distância da base ao destino final.
Alerta
O Sinregás-PE também alerta a população que o consumo de gás com qualidade e garantia de segurança deve ser somente com nota fiscal e através da revenda autorizada. O sindicato orienta a procurar o melhor preço e as melhores condições apenas nas revendas autorizadas, pois teriam o produto com a "procedência comprovada" e "profissionais treinados e capacitados".

Share/Bookmark

0 comentários: