Eleitores de 57 cidades em 20 Estados vão às urnas amanhã pelo 2º turno

Eleitores participam de votação do primeiro turno no Rio de Janeiro, na Rocinha
Do UOL
Os eleitores de 57 cidades em 20 Estados voltam às urnas neste domingo (31) para escolher os futuros prefeitos.
O segundo turno das eleições neste domingo (24) envolve 18 das 26 capitais e mobiliza 32 milhões de eleitores registrados nessas cidades. Dos 206 milhões de habitantes em todo o país, 144 milhões estavam aptos a votar no primeiro turno, já realizado no primeiro domingo de outubro.
Os prefeitos eleitos vão governar de 2017 a 2020. É esperado que o resultado seja conhecido ainda na noite do domingo. As campanhas dos 114 candidatos que disputam o segundo turno custaram, juntas, R$ 124 milhões.
No Brasil, 92 municípios podem ter segundo turno: a lei determina que isso ocorra nas cidades com mais de 200 mil eleitores. Nas eleições de 2012, 50 cidades tiveram 2º turno, ou seja, 7 a menos que neste ano.
Podem votar apenas maiores de 16 anos, e o voto é obrigatório para quem tem mais de 18 e menos de 70 anos.
continua...
Disputa nas grandes cidades
O resultado da segunda fase da disputa pode confirmar o PSDB como o principal vencedor entre as 93 grandes cidades do país -- as capitais e os municípios com mais de 200 mil eleitores, que concentram pouco menos de 40% da população.
No primeiro turno, o PSDB foi o principal vencedor nesse grupo de cidades, elegendo 14 prefeitos. Nesse domingo, os tucanos disputam ainda o comando de outras 19 prefeituras entre as grandes cidades, podendo chegar a um total de 33 prefeitos.
A segunda força política nesse grupo de municípios é o PMDB, que elegeu seis prefeitos e disputa o segundo turno em outros 15 grandes municípios.
Já o PT, principal partido hoje na oposição, conquistou uma prefeitura (Rio Branco) entre as 93 maiores e disputa o segundo turno em outras sete cidades.
Quem não votou no primeiro turno pode votar?
Para votar basta levar um documento oficial com foto. Não é necessário levar o título de eleitor, pode ser a carteira de identidade, carteira de habilitação, carteira de trabalho ou passaporte.
Os locais de votação abrem às 8h e fecham às 17h, de acordo com o horário local. A consulta ao local de votação está disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (http://www.tse.jus.br/eleitor/servicos/titulo-e-local-de-votacao).
Mesmo quem não foi votar no primeiro turno pode votar no segundo. Já os que não puderem comparecer às urnas no segundo turno terão novamente que justificar a ausência.
A justificativa pode ser apresentada nos postos da Justiça Eleitoral em até 60 dias após cada turno. É preciso uma justificativa de ausência para cada turno, se for esse o caso da sua cidade.
A justificativa também pode ser entregue neste domingo mesmo se sua cidade não tem segundo turno. É necessário apresentar número do título de eleitor e documento oficial com foto. Os locais de recebimento de justificativa são informados no site do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de cada Estado. Veja a lista: http://www.tse.jus.br/institucional/tribunais-regionais.
Essas e outras dúvidas de última hora podem ser esclarecidas aqui e aqui.
Voto branco e nulo
Além de escolher um dos dois candidatos a prefeito, os eleitores também podem votar branco ou nulo. O voto em branco é feito por meio da escolha "branco" na urna. Já o voto nulo ocorre quando o eleitor confirma o voto em um número inexistente de candidato, como zero.
Brancos e nulos não são computados para a definição do resultado e são tradicionalmente interpretados como uma manifestação política do eleitor, que afirma assim sua indiferença ou insatisfação em relação aos candidatos disponíveis.
É comum ouvirmos que se a maioria dos votos for em branco ou nulo as eleições são anuladas. Mas isso não é verdade. Há novas eleições apenas se a maioria dos votos válidos for anulada por decisão da Justiça Eleitoral caso tenha havido algum tipo de fraude na votação, como compra de votos ou irregularidades nos processos de votação.

Share/Bookmark

0 comentários: