Secretária de Saúde esclarece falsa acusação de falta de assistência a criança com microcefalia em Iguaracy

Esta semana o jovem Johnata da Silva Gonçalves, mais conhecido como Jow Silver, em sua página do facebook esteve acusando o governo municipal de Iguaracy, de negar as passagens de TFD (Tratamento Fora de Domicílio), para sua filha que tem microcefalia.
A Secretária de Saúde Laura Veras, Com o fim de esclarecer a informação falaciosa a respeito da assistência prestada pela secretaria de saúde do município de Iguaracy às crianças portadoras de microcefalia e suas famílias, em contato com a nossa redação e também através das redes sociais,  esclarece inclusive por meio de documentos aqui postados, que sempre foi dado, e continua sendo, todo o apoio às referidas famílias, sendo inverídica a informação, recentemente divulgada, a respeito de negativas de passagens solicitadas para o tratamento em Recife.
 (Passagens de outubro de 2015 a outubro de 2016 - classificadas por ida e volta)
Lista de passagens que foram pagas pelo governo municipal de Iguaracy a Progresso em atenção ao caso no período de um ano onde consta os nomes de Johnata da Silva Gonçalves, sua esposa Aline Alves de Araújo e inclusive em alguns casos, a criança estava com mais de um acompanhante, uma cortesia do governo municipal.  
 Segundo informado ainda pela secretária, diante das informações maldosamente divulgadas, é salutar esclarecer que o direito de reclamar do cidadão sobre serviços prestados com deficiência é garantido, contudo, tal prerrogativa não pode ser usada de modo arbitrário e irresponsável, como o foi por quem divulgou as informações aqui rebatidas, vez que, como já dito, o tratamento dado aos pacientes com microcefalia e às suas famílias jamais foi interrompido. Assim, mesmo com o corte de passagens realizado pela empresa de transporte aos municípios, para quem precisasse, era disponibilizado o valor em dinheiro, fato que demonstra a nítida má-fé de quem divulgou os fatos inverídicos.

A secretária citou ainda que a criança faz tratamento no Mens Sana em Arcoverde, e que sempre vai com Nino que também é custeado pela prefeitura, citou também consultas a neurologistas, transporte quando necessita, ou seja, disse que a prefeitura vem dando toda a assistência.

Laura Veras disse que não acreditou quando foi informada sobre o teor post, principalmente porque o rapaz foi acolhido pela atual administração onde exerceu um cargo de confiança, disse que não foi nem ao menos procurada pelo mesmo e só soube do que estava acontecendo pela internet.   

Ao que parece, com a parada temporária dos serviços de transportes prestados pela Progresso, o jovem não entendendo que seria reembolsado em espécie, se precipitou em fazer acusações tão duras e graves em relação a um órgão que já vem lhe servindo com toda presteza já há um certo tempo, e temos certeza que continuará servindo até o último dia do governo.

Share/Bookmark

0 comentários: