Defesa Civil determina fechamento do IML de Caruaru por falta de estrutura

O Instituto de Medicina Legal (IML) em Caruaru encontra-se fechado desde a última sexta-feira (26). De acordo com informações repassadas pela assessoria da Defesa Civil, a interdição temporária é por motivos de segurança, devido a queda de parte do teto na terça-feira (22).
"Um vento forte derrubou telhas do IML. Como muita gente frequenta o local, por questões de segurança, houve a decisão de fechar o local. No entanto, uma equipe da Defesa Civil vai até o local hoje para fazer uma nova vistoria e decidir se o espaço pode ser reaberto", informou a assessoria da Defesa Civil de Caruaru.
Uma equipe do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) vai ao local para conferir a situação. Em abril desse ano o Sinpol pediu a interdição do IML ao Ministério Públic de Pernambuco (MPPE). Integrantes do Sinpol fizeram imagens do local comprovando a estrutura precária do espaço. Com a documentação, o Sinpol foi até o Mppe para pedir a interdição do espaço.
Parentes que estão a espera da liberação dos corpos são os mais prejudicados com a situação. A perícia demora devido ao traslado para o Recife e volta para o interior. Também estão prejudicados os demais serviços ofertados no IML. A Secretaria de Defesa Social (SDS-PE) enviou nota justificando a medida.
"O Instituto de Medicina Legal informa que foi finalizado o reparo no teto da unidade de Caruaru, que funciona no prédio do SVO, vinculado à Secretaria Estadual de Saúde. Até haja liberação por parte da Defesa Civil do município, e com isso o retomada das atividades normais, o Instituto montou um esquema especial para manter a prestação de serviço à população", diz a nota.
Ainda segundo a SDS, os exames traumatológicos continuam sendo feitos na unidade de Caruaru, enquanto os corpos estão sendo encaminhados e periciados na unidade do Recife. Para agilizar a liberação, uma equipe do IML de Caruaru foi deslocada para o Recife, reforçando o trabalho dos peritos.
Do G1 PE

Share/Bookmark

0 comentários: