PREFEITURA DE CARNAÍBA

Eu quero: Churrasco com carvão está com os dias contados.

O professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) David Wilson desenvolveu uma churrasqueira 100 % sustentável que opera apenas com energia solar.
O detalhe é que ela funciona a qualquer hora do dia ou da noite, porque armazena a energia gerada pelos raios solares.
A ideia para o desenvolvimento dessa churrasqueira solar surgiu em uma viagem do professor à Nigéria.
Nesse país é comum o uso de fogão a lenha, que traz diversos problemas de saúde devido à inalação do carvão.
Batizada de Wilson Solar Grills, a churrasqueira elimina a necessidade de utilizar carvão, consequentemente, significa menos poluição, menos desmatamento e mais saúde.
Sua ideia é uma alternativa muito viável para regiões tropicais que recebem o calor do sol em abundância na maior parte do ano, como o Brasil.
A invenção é capaz de dar autonomia de 25 horas de funcionamento para a feitura de alimentos.
Sabe o que isso significa?
Que a invenção do professor Wilson não só pode cozinhar alimentos quando o sol está brilhando durante o dia, como também pode armazenar energia para que se possa cozinhar durante a noite.
Não é maravilhoso?
E tem mais: a churrasqueira pode atingir temperaturas de até 230 graus Celsius.
Portanto, assa muito rápido.
No Brasil, o churrasco é um hábito de muitas famílias.
Pode-se até criticar esse hábito. mas os alimentos grelhados são inegavelmente deliciosos, quer seja carne, frango, peixe, milho em espiga, legumes como cenoura ou algo mais inventivo.
A ocasião de um churrasco é um momento agradável para se conectar com a família, vizinhos, amigos e velhos conhecidos.
Infelizmente, as churrasqueiras a carvão ou gás são prejudiciais para o meio ambiente.
Se você usa lascas de madeira, carvão ou gás propano para fazer o seu churrasco, ocorre emissão de poluentes, contribuindo para a má qualidade do ar.
Com sua invenção, o professor Wilson encontrou a solução perfeita para um churrasco que não arruina ainda mais o meio ambiente.
O projeto ainda não tem previsão de comercialização.
Mas fica aí a dica para nossos empresários empreendedores, a fim de que disponibilizem logo para a venda a invenção do professor do MIT.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários: