PREFEITURA DE CARNAÍBA

Preso suspeito de estuprar filha e quatro enteadas de seis a 18 anos

Um vendedor de livros de 41 anos foi preso e indiciado por suspeita de estuprar uma filha e quatro enteadas e outra criança, filha de uma das enteadas, na Ilha de Joana Bezerra, no Recife. Os crimes vinham acontecendo há quatro anos e o suspeito foi preso na última sexta-feira na Avenida Dantas Barreto, no Centro, apos ser denunciado pela mãe das vítimas, companheira dele. O suspeito foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima.
O homem já possui antecedentes criminais, segundo a Polícia. Foi inidicado por violentar sexualmente a própria filha, dos nove aos 14 anos, durante cinco anos, até 2011.Ele foi iniciado por estupro de vulnerável da vítima, que hoje está com 19 anos.
Depois disso, ele se separou da esposa, e se envolveu outra mulher, que já tinha quatro filhas. O casal foi morar junto e por quatro anos, ele ficou abusando das crianças, filhas da atual companheira.
Uma das vítimas, a mais velha, de 18 anos, contou à polícia que era obrigada a fazer sexo com o padrasto desde os 14 anos, e acabou engravidando, sem saber se era dele. A segunda filha, de 16 anos, também era abusada desde os 15. Elas reveleram que o homem as ameaça de morte, caso denunciassem o crime.
O caso foi apresentado na manhã desta terça-feira no Departamento de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), no bairro da Madalena, no Recife. Na ocasião, o gestor do departamento, delegado Darlson Macedo, enfatizou a importância da denúncias, lembrando que quem se omitir pode também ser responsabilizado por omissão. Denúncias podem ser feitas pelo telefone 3184-3579.
Até o dia 30 de abril deste ano foram registrados em Pernambuco sete estupros contra adultos e 54 contra vulneráveis. No ano passado foram 27 contra adultos e 196 contra vulneráveis.A polícia aponta, no entanto, que por conta da falta de denúncia, o crime é subnotificado.
Do Diário de Pernambuco

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários: