PREFEITURA DE CARNAÍBA

Crise política reduz receitas do governo em R$ 6,1 bilhões

A crise política que afeta o país e as dificuldades nas aprovações das medidas que ajudariam a economia levaram o governo a reduzir suas receitas em pelo menos R$ 6,1 bilhões, segundo a Folha de São Paulo. Esse valor já superou o bloqueio orçamentário adicional anunciado de R$ 5,9 bi, que além de acentuar o arrocho fiscal, pode colocar em risco de colapso dos serviços da máquina pública.
Dyogo Oliveira, ministro do Planejamento, afirmou que a colaboração do Congresso é importante não só para a provação das reformas, mas para não adotar ações que reduzam a receita.
Sem saída, o governo precisou aumentar os tributos de combustíveis. Para arrecadar R$ 10,4 bi, as alíquotas de PIS/Cofins de gasolina, diesel e etanol até o fim do ano. Mesmo assim, foi necessário bloquear R$ 5,9 bilhões em despesas. O ministro revelou que áreas de saúde e educação serão preservadas, de acordo com a Folha.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários: