PREFEITURA DE CARNAÍBA

Magno Martins: gestores se comunicam mal

Jornalista também destacou que disseminação de blogs que “noticiam sangue” não contribue para formação do povo. “Nós nos comunicamos mal. O mundo mudou, mas a cabeça dos gestores continua no século passado e nós somos mal informados”.
A opinião é do jornalista Magno Martins e foi exposta no 4º Congresso da Amupe, no Centro de Convenções, em Olinda. Ele participa do debate ‘Comunicação e a Arte do Poder’. Para o jornalista Magno Martins, o Brasil só deverá melhorar quando as pessoas começarem a ler mais e se comunicarem melhor.
“As pessoas só chegam a ter novos conceitos quando leem. Mas o Brasil é um país de analfabetos. Preste atenção, todo mundo que vai a um lançamento compra, não lê o livro. A cidade que precisamos é a da comunicação, da informação. As pessoas são desinformadas. Mesmo com a chegada das redes sociais, da Internet, as pessoas não estão mais bem informadas. Em uma lan house, os jovens estão consumindo joguinhos ao invés da boa informação”, comentou.
Magno também falou sobre a explosão de blogs na rede. Em tese, a disseminação faria a população ficar mais informada. Mas não é o que acontece na opinião de Martins. “Nada contra meus amigos blogueiros, mas muitos enveredaram pelo noticiário do crime, do sangue. Como isso contribui para a formação do povo?”, indagou.
Magno Martins enfatizou que os municípios utilizam de forma precária as ferramentas de comunicação. “Começa na própria base municipalista. O prefeito vai formar sua equipe e deixa por último o secretário de comunicação. Isso quando tem. Às vezes, é a pior remuneração. O prefeito que não tem uma base boa de comunicação não se comunica com a população. E quantos instrumentos disponíveis para fazer uma boa comunicação a Internet oferece.”
Também participaram da mesa de palestras sobre comunicação o presidente do Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco, Juliano Domingues, o professor José Nivaldo Júnior, o secretário executivo de Comunicação Governamental do Estado, Evaldo Costa, e Eduardo Tabosa, da Confederação Nacional dos Municípios, que é o mediador. O tema da mesa é “A Comunicação e a Arte do Poder”.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários: