PREFEITURA DE CARNAÍBA

Polícia investiga morte de bebê de cinco meses em Afogados da Ingazeira. A criança apresentava vários hematomas pelo corpo, na cabeça, no rosto e na boca e ainda a perna esquerda quebrada

A Polícia Civil está investigando a morte de um bebê de cinco meses em Afogados da Ingazeira, no Sertão de Pernambuco. Ao G1, o delegado Germano Ademir afirmou nesta terça-feira (22) que a criança deu entrada no hospital já sem vida em torno das 12h30 da segunda (21).
De acordo com a Polícia Militar, a mãe da criança informou que havia dado comida à filha, que é irmã gêmea da vítima, quando foi olhar o menino. Ao chegar no quarto, percebeu que o menino não respirava e levou o bebê até o Hospital Regional Emília Câmara, conforme destacou a PM.
“Foi instaurado um inquérito e o corpo do menino foi levado para o Instituto de Medicina Legal para que a causa da morte seja identificada”, disse o delegado. Os pais da vítima devem prestar depoimento na Delegacia de Polícia Civil nesta terça. (Via: G1 Caruaru)
Veja o boletim da PM:
A GT local foi acionada pela Central de Rádio do 23°BPM para se deslocar ao Hospital Regional, pois havia dado entrada, já sem vida, um bebê de 05 (cinco) meses aparentemente vítima de maus tratos. Chegando ao local, a envolvida D S A, 24 anos, casada, agricultora, mãe da criança, informou que ao acabar de amamentar a vítima B. G. S. A., 05 meses, fora alimentar o outro bebê que é gêmeo e ao retornar, notou que o mesmo não respirava, momento em que pegou a criança nos braços e saiu para pedir ajuda ao pai do bebê, E. A. A., 39 anos, casado, agricultor, que estava trabalhando por trás da residência. Segundo a testemunha R. F., 37 anos, casada, agricultora, vizinha mais próxima do casal, ouviu os gritos da mãe chamando o marido e correu para ver o que acontecia e então se deparou com o pai desesperado segurando seu filho morto. De acordo com a médica de plantão o bebê de cinco meses apresentava vários hematomas pelo corpo, cabeça, rosto e boca e ainda a perna esquerda quebrada. Diante dos fatos, as partes foram conduzidas para Delegacia de Polícia.
https://www.facebook.com/BlogTvWebSertao/#
CURTA a página da Web Sertão e tenha no feed de notícias do
seu Facebook as principais notícias do momento.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários: