PREFEITURA DE CARNAÍBA

Pernambuco: Cadastro de aparelhos na internet ajuda polícia a recuperar celulares roubados

Resultado de imagem para Pernambuco: Cadastro de aparelhos na internet ajuda polícia a recuperar celulares roubados
Para facilitar a recuperação de celulares roubados, a Polícia Civil disponibiliza, na internet, um serviço que ajuda a descobrir se os aparelhos encontrados com assaltantes são oriundos de roubos. Para reaver os celulares, as vítimas de assaltos precisam ter cadastrado o IMEI, número que representa o aparelho e possibilita a identificação dos donos dos celulares que foram recuperados.
Nesta terça-feira (19), a Polícia Civil recuperou, depois de três meses de investigação, 35 celulares que estavam com pessoas que compraram os aparelhos roubados. Segundo a corporação, os compradores vão responder pelo crime de receptação.
Depois de recuperar os aparelhos e identificar os donos, a Polícia Civil trabalha para encontrar os assaltantes. Dez deles, segundo a delegada Beatriz Leite, foram indiciados. “Em alguns casos, a gente conseguiu chegar aos autores dos roubos e dos furtos porque as pessoas que estavam com os celulares disseram de quem foi que compraram”, afirma.
O trabalho de recuperação dos aparelhos tem início quando as vítimas fazem o boletim de ocorrência do assalto e, na página da Secretaria de Defesa Social na internet, informam o IMEI dos aparelhos roubados. O número pode ser encontrado na caixa do aparelho ou na parte de trás do celular, perto da bateria.
Também é possível ter acesso ao número ao digitar *#06# no aparelho. A Polícia Civil orienta os usuários a fazerem um “print” da tela e deixar a informação salva no e-mail. No caso de aparelhos com mais de um chip, há mais de um número de IMEI. Para realizar o cadastro do número no site da SDS, é preciso registrar todos os números de IMEI que o aparelho possuir.
https://www.facebook.com/BlogTvWebSertao/#
CURTA a página da Web Sertão e tenha no feed de notícias do
seu Facebook as principais notícias do momento.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários: