PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Sem qualquer higiene, celas da Delegacia de Caruaru parecem pocilgas

Uma vistoria realizada por agentes de Gerência de Vigilância em Saúde de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, na principal delegacia da cidade comprovou a falta de higiene nas celas onde ficam as pessoas presas em flagrante. O cenário de tamanho nojo mais parecia uma pocilga. Para se ter uma ideia, os vasos sanitários estavam entupidos e transbordando com fezes. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) investiga o caso.
Em relatório, a Gerência de Vigilância em Saúde afirmou que “há necessidade urgente de higienização do local, desobstrução dos vasos sanitários, verificação de funcionamento do sistema de descarga, identificação das celas por sexo e reparação das tampas da rede de esgotamento sanitário”.
Diante da precária situação, o promotor de Justiça Ernando Marzola convocou reunião para discutir melhorias na delegacia. De acordo com o MPPE, o delegado Bruno Bezerra disse que o prédio da unidade policial localizado no Morro Bom Jesus não possui contrato para serviços de limpeza das celas, nem fornecimento de alimentação aos presos, que comem apenas bolacha e água mineral.
O promotor recomendou que, a partir do próximo dia 30, os presos em flagrante sejam levados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, enquanto aguardam a ida para audiência de custódia. Já as presas deverão ser levadas para a outra delegacia de Caruaru, localizada BR-104, em Pinheirópolis.
O promotor determinou ainda que uma nova vistoria seja realizada na unidade policial em 15 de maio.
A precária situação das delegacias, sob responsabilidade da Polícia Civil de Pernambuco, não é novidade. São constantes as denúncias de sujeira e falta de estrutura, principalmente nas unidades localizadas no Interior do Estado. Um exemplo é a unidade de São José da Coroa Grande, no Litoral Sul, que mais parece um imóvel abandonado.
http://www.afogadosveiculos.com/

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...