PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Vereador de Igarassu ofereceu R$ 30 mil a executores antes de morrer

A Polícia Civil divulgou, na manhã desta terça-feira (12), detalhes sobre as investigações do assassinato do vereador Luiz dos Passos, de 71 anos. O crime aconteceu no dia 16 do mês de maio, em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife (RMR).
Segundo o delegado Abraão Didier, titular das investigações, os executores Edvaldo Alves da Silva, conhecido como ‘Blindado’, e Abraão Francisco da Silva, foram contratados por um agenciador, identificado como Cleydson Henrique Morais Monteiro, que ofereceu uma quantia de R$ 15 mil para assassinar a vítima.
Ainda de acordo com o delegado, Cleydson teria sido contratado por outro integrante do inquérito, que ainda não foi identificado. De acordo com a Polícia Civil, Edvaldo e Abraão são ex-presidiários e se conheceram no presídio de Canhotinho, no Agreste de Pernambuco. Cleydson já tem dois mandados de prisão por homicídio e já atuou com Abraão antes dele ter sido preso.
Tentativa de negociação
Durante o sequestro, o vereador tentou negociar com os executores, afirmando que poderia pagar o dobro do valor oferecido a eles, o que daria um valor de R$ 30 mil. De acordo com o delegado Didier, a dupla não foi ao sequestro com poder de barganha, apenas para cometer o crime.
Segundo o delegado Magno Feitosa, que participou na reconstituição do assassinato, Edvaldo fez com que a vítima deitasse no chão, colocou um dos pés sobre as costas dela e, quando recebeu a ordem de execução de Abraão, efetuou dois disparos contra o vereador.
O caso
No dia 16 de maio, o vereador Luiz Cavalcante dos Passos, de 71 anos, foi abordado na porta de casa, em Igarassu, quando saía para trabalhar. Os suspeitos teriam simulado um sequestro e colocado o vereador dentro de uma HB 20 com placa clonada. Depois, o vereador foi levado para um canavial, em Itapissuma, onde foi executado.
Algumas horas após o crime, a Policia Militar encontrou o carro utilizado no crime. Nele, foi apreendido um revólver calibre 38 com três munições. Os dois suspeitos de executarem o crime foram presos em seguida. Os dois homens, ambos com passagem pelo sistema prisional, foram presos.
A dupla teve a prisão em flagrante convertida em preventivo na audiência de custódia.
http://www.afogadosveiculos.com/

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...