PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Equipe leva até 4h para chegar a meninos presos em caverna na Tailândia. Trabalhos de resgate podem durar de uma semana a alguns meses.

Dez soldados da Tailândia, sob orientação de um médico, acompanham os 12 adolescentes e o treinador que estão no interior de uma caverna parcialmente inundada, na província de Chiang Rai, no norte do país. O porta-voz das equipes de resgate, Ruetaiwan Patisen, afirmou que o grupo passa bem, embora tenha ficado dez dias sem comer. Os militares ficarão com os jovens até o final do resgate. Não há previsão de quando a operação será concluída, pode durar meses, até que a época de chuvas termine. Segundo Ruetaiwan Patisen, as equipes demoram entre 3 e 4 horas para percorrer os 3 km entre a entrada e o local onde está o grupo, por meio de passagens e trechos inteiros inundados.
De acordo com o porta-voz, o plano é que assim que recuperarem a força, os jovens comecem a aprender a mergulhar com cilindros de oxigênio para que possam deixar a caverna, onde estão desde o dia 23 de junho.
http://www.afogadosveiculos.com/
“Não há pressa”, ressaltou Ruetaiwan, assegurando que os meninos e seu treinador sairão quando estiverem prontos e seja seguro para eles mergulharem ao longo de cavernas estreitas e inundadas até a saída, localizada a cerca de 3 quilômetros (km) de distância.
Há, no entanto, quem não considere a possibilidade do resgate por mergulho uma boa ideia. Refazer esse percurso com as crianças desnutridas e enfraquecidas, depois de tantos dias sem alimentos e luz, pode ser uma decisão perigosa. A caverna de Tham Luang é a quarta mais extensa do país, com um total de 10 quilômetros, e apresenta frequentes mudanças de nível. “Essa é uma opção que só deve ser considerada em extremo caso de vida ou morte”, afirma o instrutor de mergulho Akira Matsuda, course director da Associação Profissional de Instrutores de Mergulho (PADI, na sigla em inglês) do Brasil. “As crianças já estão debilitadas, teriam de conseguir roupas adequadas para não sofrer hipotermia, precisariam aprender a respirar sob pressão debaixo d´água e usar máscaras que caibam perfeitamente em seus rostos para que não se encham de água.”
Cuidados: Os adolescentes , que têm de 11 a 16 anos, e o treinador de futebol, de 26, são alimentados com suplementos energéticos e vitaminas. As autoridades estimam que os trabalhos de resgate podem durar de uma semana a alguns meses.
O grupo foi localizado após vários dias de intensa busca na caverna, que tem 10 km de extensão e está parcialmente inundada. O trabalho foi feito com a ajuda do Exército tailandês e de especialistas dos Estados Unidos, do Japão, da China e Austrália, entre outros países.
Segundo a versão oficial, os jovens e o técnico entraram na caverna no dia 23 de junho, após um treino, e pouco depois começou um temporal que inundou o trecho inicial, o que impediu que eles conseguissem sair.
Via: Conteúdo Veja
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...