PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Funcionários do Posto Vale contam sobre a sensação de ficar sob a mira dos criminosos. Veja mais detalhes desta ocorrência registrada em Iguaracy.

No momento em que me encontrava registrando as imagens acima, isso por volta das 1h30m da madrugada desta segunda, dia 20, onde em conversa com os dois funcionários do posto, deu para sentir um pouco da sensação do terror vivido pelos mesmos.
Ainda em estado de choque, um deles disse que a ação foi muito rápida e que eram proibidos de levantarem a vista sob pena de serem mortos, disse ter notado que os meliantes, que estavam encapuzados, em momento algum demonstraram falta de controle e que observou que as mãos dos mesmos não tremia enquanto seguravam as armas e que eram muito frios, disse que havia um deles, de porte alto e forte e que estava com uma arma de grosso calibre nas mãos e que este era o mais violento.
O medo de serem mortos pairava no ar, ter uma arma apontada para sua cabeça e saber que sua vida está nas mãos de um desconhecido encapuzado não é uma sensação muito boa. Um dos funcionários chegou a dizer que quando lhes ordenaram que se deitassem no chão, pensou que iriam atirar e disse que só lembrava de sua filhinha...
Ao serem indagados se mais algum dos assaltantes havia ficado no carro, informaram que não deu para observar e que foi tudo muito rápido. Enquanto estavam deitados no chão, dois deles adentraram no escritório e um ficou dando cobertura do lado de fora, quando este percebeu que vinha descendo uma viatura, talvez pelo brilho do giroflex, gritou: "a polícia tá vindo", foi quando gritaram de volta: "segura eles".
Neste momento, mal o carro da PM apontou na pista, já foram recebidos com vários tiros de grosso calibre, que pela sequencia, possivelmente tratava-se de uma doze de repetição. O policiamento surpreendido teve que frear o veículo e sacarem suas armas, enquanto isto, uma chuva de balas iam em sua direção, sendo um dos policiais alvejado. Os criminosos entraram no veículo e saíram em disparada sendo acompanhados pela viatura que não teve como dar prosseguimento a perseguição pelo fato de um dos pneus dianteiro ter sido atingido durante o tiroteio.
No momento dos disparos, o barulho foi tão ensurdecedor, que mal deu para escutar os tiros das armas menores, acordando e assustando os moradores das imediações e até os que residem mais distantes, a exemplo de minha pessoa, que no momento me encontrava concentrado produzindo umas matérias, onde parei o que estava fazendo e corri para a janela sem entender direito o que estava acontecendo.
Após tomar informações com uns vizinhos que também saíram de casa, fui ciente que tratava-se de um assalto no posto, onde rapidamente compareci ao local, cumprindo meu dever de manter os leitores da web sertão informados do que acontece na cidade.
Agora pela manhã, tentamos entrar em contado com a PM e com outro policial que estava na ocorrência, mas os telefones estavam fora de área. A civil também não soube dar maiores detalhes. O que foi levando pelo nosso blog, foi que os bandidos abandonaram o veículo utilizado no assalto em um local próximo a antiga casa de Manoel Marcolino, logo um pouco após a entrada dos cinquenta, seguindo em direção a Barragem do Rosário.
Vamos torcer para que cheguem boas informações, não podemos viver a mercê de uma situação como esta, infelizmente, mesmo que presos, a demora é pouca para estarem novamente de volta as ruas, colocando em risco a vida dos cidadãos e também dos policiais que tão bravamente expõem as suas vidas em defesa de todos!
Breve mais informações.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...