PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Jogos virtuais ameaçadores se multiplicam e geram alerta

A onda de desafios propagados na internet que colocam em risco a vida de crianças e adolescentes tem feitos vítimas em diversos lugares do mundo. Uma menina de 12 anos teve 49% do corpo queimado com o "Desafio do Fogo", uma nova modalidade destes jogos que surgiu nos Estados Unidos. A criança americana da cidade de Detroit, no estado de Michigan, teve pelas redes sociais ao jogo cuja ideia é queimar pequenas partes do corpo.
A mãe dela, a contadora norte-americana Brandi Owens, 35, disse que a filha terá que passar meses no hospital para se recuperar. No Recife, um jogo semelhante, o da "Boneca Momo", circula por WhatsApp e é suspeito de ter feito uma vítima fatal. Um menino de 9 anos, foi encontrado morto, enforcado em uma árvore. Os casos alertam para a importância do monitoramento dos pais quanto ao conteúdo acessado pelos pequenos na web.
No caso do "Desafio do Fogo", a mãe de Timiyah Landers socorreu a filha sem saber o que havia provocado aquilo. Ela só teve conhecimento sobre o jogo após uma amiga explicar que o desafio pedia para que a criança molhasse partes do corpo com álcool e outra pessoa acendesse um fósforo para atear fogo nesses locais. Assim como a mãe de Timiyah, que afirmou não ter o hábito de checar o que a filha assistia e lia na internet, muitos pais não imaginam que crianças e adolescentes possam estar ligadas a essas “brincadeiras” e do risco que elas correm.
Boneca Momo
A Polícia Civil de Pernambuco investiga a morte de Arthur Luiz Barros Santos, que supostamente foi induzido a se enforcar por conta do desafio. A família o descrevia como uma criança alegre e divertida. A mãe, Jany Nascimento, não tinha ideia do que era a "Boneca Momo" até perder o filho.
De acordo com o diretor de educação da SaferNet Brasil, Rodrigo Nejm, há dois tipos de golpes associados a Momo. “A boneca surgiu como uma lenda urbana na internet em fóruns e grupos virtuais. Em geral, eles começam como uma zoeira entre colegas, mas depois os criminosos se utilizam dessas lendas para se aproximar de crianças e adolescentes para praticar vários tipos de golpes”, explica.
⏩    Mostrar matéria completa  
A SaferNet é uma entidade de referência nacional no enfrentamento aos crimes e violações aos Direitos Humanos na Internet. O primeiro tipo de golpe, identificado pela associação, é quando os criminosos atraem as vítimas pela curiosidade, já que a Momo é uma figura curiosa de mulher-pássaro.
“Quando a pessoa aceita o contato no Momo por telefone, imediatamente o criminoso por trás disso já consegue visualizar, através do número, o país e o estado que ela está e muitas pessoas têm no status do WhatsApp o seu nome completo”. É por meio da manipulação das informações disponíveis das redes sociais que os golpistas começam a ameaçar esses jovens.
O outro tipo de golpe é semelhante é o da Baleia Azul. “São criminosos que fazem apologia ao suicídio para que as pessoas participem destas situações. É muito triste ver a vulnerabilidade destas crianças ao participarem dessa rede porque elas ainda não têm maturidade para discernir sobre onde estão se envolvendo”, ressalta.
Em 12 anos, a SaferNet recebeu e processou 681.797 denúncias anônimas de Apologia e Incitação a crimes contra a Vida. Diante desse cenário, Rodrigo Nejm recomenda aos pais e educadores ficarem atentos ao uso da internet pelas crianças e adolescentes.
“Não podemos ignorar que a internet é a maior praça pública do planeta. Se uma criança não tem maturidade para sair na rua sozinha, ela também não tem maturidade para ficar na internet sozinha. É indispensável que o uso seja acompanhado por adultos”, disse.
A entidade possui um canal gratuito oferecendo orientação sobre o uso seguro da internet. É importante ressaltar que nesses casos de ameaças e chantagens é necessário procurar a polícia para fazer a denúncia.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
http://www.blogtvwebsertao.com.br/search/label/EVENTOS%20ELITE%20DIGITAL

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...