PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Polícia prende Dé Relojoeiro, foragido desde 2016, por estupro em Afogados

 
Dé preso em Murici. Foto: Polícias civil e militar
Após anos de procura, a polícia confirma que conseguiu localizar e prender Dé Relogoeiro. Tal prisão era tratada como honra pela Polícia Civil e Militar de Afogados da Ingazeira, segundo as próprias corporações.
A prisão aconteceu em Murici, Alagoas, na manhã de hoje. Policiais civis lotados na DP de Afogados com apoio do Malhas da Lei 23 BPM, coordenados pelo Delegado Ubiratan Rocha, deram cumprimento ao Mandado de Prisão.
Há uma semana essa prisão vem sendo orquestrada. Os policiais monitoraram o alvo entre as cidades de União dos Palmares e Murici. Dé vendia relógios na feira pública de Murici.
Após os procedimentos de praxe o mesmo está sendo recolhido à cadeia Pública de Afogados da Ingazeira, devendo chegar por volta do meio dia.
⏩    Mostrar matéria completa  
Ele era procurado desde maio de 2016. Na noite da terça (17), daquele mês, a PM foi informada de um possível estupro de vulnerável no bairro Padre Pedro Pereira.
A vítima, uma criança de apenas 07 anos, que teria saído para brincar na casa de José Pedro Pereira, o Dé Relojoeiro, casado com uma tia da criança.
Depois de algum tempo a criança voltou para casa. A mãe da criança perguntou a ela o que teria ocorrido e na frente do acusado ela apontou para ele como sendo responsável pela agressão, que na hora evadiu-se do local.
O estupro foi confirmado pelos exames. Desde então Dé era foragido.
Nil Junior
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
http://www.blogtvwebsertao.com.br/search/label/EVENTOS%20ELITE%20DIGITAL

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...

0 comentários:

Postar um comentário

Postar um comentário

Leia as regras:
-Não xingue ninguém de forma alguma, seu comentário pode ser recusado.
- Acusações, críticas ou similares, só através de identificação;
-Todos os comentários serão lidos e moderados previamente.

OBS: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog e não nos responsabilizamos por nenhum deles postados aqui.

ATENÇÃO:
Devido ao momento político, a partir de hoje só serão liberados na opção Comentar como: ANÔNIMO, os comentários elogiosos, construtivos ou que falem bem das propostas ou das qualidades de candidatos a cargos eletivos nesta eleição. Os comentários de teor crítico, acusadores ou agressivos aos candidatos, autoridades ou a qualquer outra pessoa, só serão liberados se o autor se identificar na opção Comentar como: NOME/URL, no quadro de comentários. IDENTIFICAR VIA ITEM NOME/URL.