PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Socialistas ironizam estrela no peito de Armando. ‘1º fake news da campanha’

A convenção do PTB e aliados deu o que falar, depois que o candidato da Oposição, Armando Monteiro, apareceu com uma estrela laranja no peito, emulando o PT de Lula.
Os socialistas não perderam a oportunidade de fazer ironia com o adversário.
“É o primeiro fake news da campanha. É desespero. Eles sequestraram a estrela do PT. Antes metiam o cacete no PT e sua estrela, agora são só elogios?”, reagiu às gargalhadas um aliado de Paulo Câmara.
“É sinal de que estão temerosos, de serem chamados de turma de Temer”
No evento, o candidato ao Senado Mendonça Filho saiu em defesa de Marília Arraes, em uma crítica à aliança do PSB com o PT. “Logo Mendonça Filho que participou ativamente do tiroteio do impeachment?”.
Os aliados de Armando Monteiro não deixaram barato e já tinham uma resposta na ponta da lingua.
“Fake é o apoio de Lula a Paulo Câmara. Lula estava com Armando Monteiro desde o início, em um apoio verdadeiro”
Armando Monteiro diz que PT não é dono das estrelas.
⏩    Mostrar matéria completa  
A marca adotada pelo senador Armando Monteiro Neto, oficializado candidato ao governo de Pernambuco pelo PTB neste sábado (4), chamou atenção. O petebista, que foi apoiado pelo ex-presidente Lula (PT) em 2014 e este ano abriu o palanque para Geraldo Alckmin (PSDB) embora declare voto para o petista, passou a usar uma estrela alaranjada. “O PT não é dono das estrelas. As estrelas estão no céu, as estrelas estão na bandeira de Pernambuco”, minimizou a relação com o partido de Lula.
“Estamos fazendo uma coisa que foi desenvolvida pelo pessoal de criação. A estrela não é propriedade de um partido, apesar de ter ficado muito associada”, afirmou ainda o senador.
Em Pernambuco, o PT vai se coligar com o PSB do governador Paulo Câmara, após retirar a pré-candidatura da vereadora do Recife Marília Arraes essa semana, em acordo com os socialistas para evitar o apoio deles ao ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato à presidência do PDT.
Armando Monteiro encabeça a chapa que tem como candidatos ao Senado os deputados federais Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM), ambos opositores aos governos petistas. O petebista, apesar disso, declarou voto em Lula, se o petista conseguir ser candidato. Ele foi apoiado por Lula nas eleições de 2014, quando Paulo Câmara apoiou inicialmente Marina Silva, na época no PSB, e, no segundo turno, Aécio Neves (PSDB).
Armando visitou Lula na prisão, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR) há duas semanas. Preso, o petista foi oficializado candidato à presidência da República pelo PT em convenção realizada também neste sábado, em São Paulo.
Em discurso durante a convenção, Mendonça Filho saiu em defesa do nome de Alckmin. “Nossa luta é fazer Armando governador e Geraldo presidente”, afirmou em discurso.
A relação de Armando com Lula quase provocou a saída do PSDB do palanque. Bruno Araújo, que é presidente estadual do partido, chegou a ameaçar se lançar candidato ao governo para dar palanque a Alckmin em Pernambuco e só voltou para o grupo depois que o petebista divulgou uma nota abrindo espaço para a campanha do tucano à presidência. (Via: Blog do Jamildo)
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
http://www.blogtvwebsertao.com.br/search/label/EVENTOS%20ELITE%20DIGITAL

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...