Pernambuco precisa de R$ 68 milhões para recuperar barragens

Pernambuco é o estado que precisa de mais investimentos do Governo Federal para recuperação de barragens no Plano de Ações Estratégicas para Reabilitação de Barragens da União (Planerb). Pernambuco tem 26 barramentos de água na lista de intervenções do Ministério de Desenvolvimento Regional e demandará R$ 68,26 milhões para os reparos em todos. O Ceará, que tem 31 barragens na lista, precisará de R$ 27,7 milhões, ou seja, menos da metade das obras em Pernambuco. Contudo, o plano completo só tem garantidos até o momento R$ 50 milhões.
Anunciado na última quarta-feira, a estratégia inclui, ao todo, 139 barragens do Nordeste, Sul e Sudeste. O ministério explicou que, apesar de demandarem atenção, as estruturas não apresentam risco iminente. A reportagem tentou contato com o ministério para informações adicionais sobre a escolha desses 26 reservatórios e que tipo de dano cada um apresenta, mas, até o fechamento desta edição, não houve resposta. Buscamos também o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), que informou não poder dar mais dados sobre a nova estratégia. Na listagem constam, entre outros, os reservatórios de Jucazinho (que é alvo de reparos há três anos) e Tapacurá.
⏩    Mostrar matéria completa  
Neste cenário de atenção às barragens, a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco (Seinfra), Fernandha Batista, e o presidente da Compesa, Roberto Tavares, viajam na próxima segunda-feira para Fortaleza, no Ceará. Na agenda, reuniões com membros o Dnocs, órgão federal responsável por administrar diversos reservatórios em Pernambuco.
“No Dnocs, vamos falar da situação das obras em Jucazinho. Fizeram a primeira etapa de reparo estrutural. A segunda etapa tem previsão de concluir em julho. Então, a gente vai lá para pedir a antecipação da conclusão”, disse Fernandha Batista. O encontro acontecerá menos de uma semana depois do anúncio do Planerb. Ainda não há informações sobre o início das obras nas barragens pernambucanas no plano da União.
Na esfera da gestão estadual foi iniciada uma força-tarefa de vistoria de barragens. A primeira da lista de foi a de Serro Azul, em Palmares. Equipes técnicas estiveram no local na última segunda-feira para verificar as condições estruturais. Nos últimos dias, uma série de informações sobre perigos em Serro Azul ganhou as redes sociais, mas foi rebatida pela Seinfra. Mais de 440 barragens listadas pelo órgão devem passar pelo pente-fino.
O grupo de trabalho estadual pretende concluir as vistorias em até seis meses. A ideia era iniciar pelas barragens onde há o maior índice pluviométrico, RMR e Mata Sul. A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) também atualizou estudo próprio de risco de barragens em Pernambuco. O levantamento indica que 63 barragens apresentam alta ameaça de rompimento e danos associados.
Entre elas estão estruturas estaduais, federais e municipais. Doze dessas fazem parte das prioritárias do Planerb. Além da agenda da próxima semana no Ceará, uma outra nacional acontece em Brasília com secretários de recursos hídricos de todo o País.
Reproduzido por Blog Tv Web Sertão
...............................................................
AFOGADOS VEÍCULOS.COM - Lojas, Peças e Serviços em Afogados (CLICK AQUI)
ANÚNCIOS WEB SERTÃO - Veja os anúncios comerciais em nosso Blog (CLICK AQUI)
ELITE DIGITAL FESTAS E EVENTOS - Vai fazer festa? (CLICK AQUI)