PREFEITURA

xxxxxxxxxxxx

Dilma, que escapa de fininho, pode virar ‘bola da vez’ na CPI do BNDES

 
A sentença de Lula, que completa o primeiro ano domingo (07), e a recente prisão de Michel Temer, fizeram lembrar que a sucessora do primeiro e antecessora do segundo continua escapando de fininho. Dilma foi acusada de envolvimento em corrupção nos primórdios da Lava Jato, quando o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró revelou seu aval, como presidente do conselho de administração, para a compra hiper-faturada da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos.
A sensação de impunidade pode mudar com sua intimação para depor na CPI do BNDES, pretendida pelo deputado Kim Kataguiri (DEM-SP).
A CPI do BNDES vai esmiuçar os financiamentos do banco no exterior, inclusive no governo Dilma, favorecendo sobretudo a Odebrecht.
Dilma também foi denunciada por suposto envolvimento no “quadrilhão do PT”, que é acusado de roubar R$1,5 bilhão dos cofres públicos.
O juiz federal Vallisney Oliveira abriu ação penal em 2018 que promete emoções: a cúpula do PT é acusada de organização criminosa. A informação é do colunista Cláudio Humberto.

Compartilhe: WhatsApp, Faceboock, etc...