"MEC anuncia internet em quase 100% das escolas públicas do país em 2020

 
O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta terça-feira (19) que vai conectar à internet 70 mil escolas públicas em 5.296 municípios. Só estarão de fora as instituições de ensino em municípios que ainda não tiverem condições técnicas para a conexão.
Leia também: “Brasil estará no último lugar da América do Sul no Pisa”, diz Weintraub
O acesso à web estará disponível no início das aulas em 2020. No total, serão beneficiados 27,7 milhões de estudantes. O investimento previsto é de R$ 224 milhões.
"Na volta às aulas a gente vai cuidar das exceções [escolas difíceis de conexão]; o que era raro, uma escola pública conectada à internet, passa a ser a regra", afirmou o ministro Abraham Weintraub. "E as que forem muito remotas, muito distantes, a gente também está conectando via satélite; é mais caro, mas nos dias de hoje como você pode preparar a futura geração do Brasil sem internet?", disse o ministro Abraham Weintraub.
O ministro fez críticas ao governo anterior por não ter feito isso antes. "Hoje em dia, todo o conhecimento humano está em um clique e manter nossas crianças sem acesso (...) é um absurdo", disse Weintraub.
Para Weintraub, não serve de desculpa para os governos anteriores o custo de implantação da internet. "O senhor pegou o Brasil quebrado", disse Weintraub olhando para o presidente Jair Bolsonaro.
"Primeiro refresco [econômico] que deu, o senhor [Bolsonaro] investiu na internet nas escolas. Quanto? Não chega a R$ 300 milhões. Nós temos 70 universidades federais no Brasil, a mais barata custa mais que isso, uma universidade pequena federal garante todas as nossas crianças com acesso à internet", comparou.
Os recursos fazem parte do programa "Dinheiro Direto na Escola", administrado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Eles serão repassados diretamente para as instituições."
Gazeta do Povo.