Mulher percebe que mãe estava viva momentos antes de cremação na Argentina

O hospital está sendo investigado pela polícia

Uma argentina de 54 anos passou por uma situação que parece ter saído de um filme: prestes a cremar a sua mãe, ela descobriu que a suposta morta estava, na verdade, viva. O caso aconteceu na cidade de Resistência, no último domingo (24), e está sendo investigado pela polícia local.
No dia anterior, a senhora de 84 anos havia sido levada ao hospital porque não se sentia bem e acabou sendo internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), de acordo com as informações do jornal Clarín. Foi então que já no domingo os funcionários da clínica informaram à filha que a sua mãe havia morrido após uma parada cardiorrespiratória.
Durante a cerimônia de despedida, a mulher percebeu que a máscara de proteção que a idosa tinha no rosto, em decorrência dos protocolos do novo coronavírus, estava se movendo, chegando à conclusão de que ainda estaria com vida.
A denunciante anulou todo o processo de cremação e ligou rapidamente para o hospital, que levou a senhora de volta à unidade de saúde. Eles constataram que ela respirava, embora os seus sinais vitais estivessem bastante fracos. Após o susto, agora, a idosa segue internada no local e a sua filha espera que a clínica seja processada pelo possível erro.
Colaboração para o UOL, em São Paulo